Cimento biocerâmico odontológico

Panorama tecnológico
As biocerâmicas são compostos cerâmicos biocompatíveis obtidos por vários processos químicos. Exibem excelentes propriedades de biocompatibilidade devido à sua similaridade com o processo biológico de formação de hidroxiapatita e à capacidade de induzir uma resposta regenerativa no corpo humano. Cimentos biocerâmicos são materiais utilizados na área odontológica e há potencial aplicação na área de regeneração óssea.

Descrição da tecnologia
Síntese de partículas de silicato de cálcio pelo método sol-gel e aplicação destas partículas como cimento biocerâmico nas áreas médica e odontológica.

Problema resolvido
Resolve os problemas do estado da técnica a partir da síntese de partículas de silicato de cálcio pelo método sol gel.

Vantagens
A principal vantagem destes materiais é a sua bioatividade, ou seja, sua capacidade de estimular a deposição mineral em tecidos dentais duros, favorecendo o reparo de lesões em diferentes regiões radiculares. Além disso, o estado da técnica da invenção é de menor custo.

Aplicações
Indústria farmacêutica, médica, agronegócios e indústria de materiais odontológicos. O cimento desenvolvido tem aplicação na área odontológica como capeador direto e indireto para lesões profundas em dentina, como material para selamento de perfurações e fraturas radiculares.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Fabrício Mezzomo Collares
Gabriela de Souza Balbinot
Vicente Castelo Branco Leitune

Visite-nos (clique no logo)

Laboratório de Materiais Dentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *