Menu

ASSOCIADAS REDE ZENIT – entrevista com a Prosumir, Top 10 Energytechs no 100 Top Open Startups 2021

A PROSUMIR Aproveitamento Energético, startup que foi incubada na Hestia (Incubadora Tecnológica da UFRGS) e que atualmente é associada ao Parque Zenit, foi reconhecida no Top 10 dentre as Energytechs no evento 100 Top Open Startups. Entrevistamos Julio Vieira, CEO da empresa, sobre a nova premiação. Confira:

1) O que faz a Prosumir?

A PROSUMIR atua desenvolvendo soluções para transformar o desperdício de energia em oportunidades de eficiência energética, energia renovável e cogeração. Uma de suas soluções, a Turbina Redutora de Pressão (TRP), substitui as válvulas redutoras de pressão em indústrias que utilizam vapor de forma a evitar o desperdício energético causado pela válvula, promovendo a geração de energia e reduzindo custos operacionais.

2) Fale um pouco sobre a sua trajetória na Incubadora da UFRGS: Quando a empresa foi incubada, a importância da Incubadora no processo da empresa, etc.

A Prosumir foi incubada na Hestia em 2014. Foi um processo muito importante para empresa, pois conseguimos nosso primeiro espaço de trabalho para fazer o desenvolvimento do nosso negócio. O custo mais baixo nos ajudou bastante e permitiu testar nosso modelo de negócio. Além disso, a rede de mentores e contatos que a Incubadora possui também contribuiu em muito, facilitando relacionamentos com parceiros da Universidade e fora dela também. Em 2018 a PROSUMIR se graduou da incubadora Hestia e conseguimos montar nossa primeira sede própria, capaz de montar nossas turbinas.

3) E a premiação no Top 100 Open Startups? Quais as expectativas, sensações e razões percebidas dessa nova premiação?

Com toda certeza recebemos a premiação no 100 Open com muita alegria! É um ciclo de feedback positivo muito importante para a gente, pois nossa dedicação e nossos resultados permitem essa conquista, que nos alavanca para alcançar resultados ainda melhores! E isso se torna muito evidente visto que as oportunidades mais quentes em nosso processo comercial muitas vezes surgem de conexões como as que o 100 Open proporciona.

Em 2020 também estivemos na lista da SET100, uma lista das 100 startups mais promissoras que contribuem com a transição energética do nosso mundo. Além disso, recentemente fomos uma das startups convidadas para participar da COP26, a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas. A COP26 é um encontro sobre o clima e o meio ambiente que reúne representantes dos 196 países signatários do Acordo de Paris e entre os assuntos discutidos estão ações de desenvolvimento e preservação do meio ambiente, emissão de gases que provocam efeito estufa e aquecimento global.

4) A Prosumir participou de outros programas do Parque?

Sim, participamos bastante de programas de consultorias envolvendo gestão e modelo de negócio, participamos do NAGI.

5) Quais as perspectivas ou projetos para o futuro?

Antes de criar a PROSUMIR eu tinha muitos anos de experiência projetando grandes turbinas para termelétricas e percebi que existia um gap para atender oportunidades de menor geração de energia em indústrias que utilizam vapor. Eu sabia que as válvulas causavam desperdício e isso definiu o foco da empresa nos primeiros anos com a TRP.

Os principais desafios foram as tradicionais barreiras de entrada envolvendo o desenvolvimento de tecnologias mais robustas como são as turbinas. Na etapa inicial de desenvolvimento é difícil levantar recursos para operacionalizar a empresa. Hoje existe um foco muito grande em startups mais digitais/escaláveis e competir com elas para obtenção de recursos não é uma tarefa simples.

Hoje nos posicionamos de forma mais holística no mercado de eficiência energética, estamos sempre abertos a desenvolver novas soluções e entendemos que muitas vezes é através de um conjunto de soluções que fazemos nossos clientes perceberem o potencial das ações envolvendo a eficiência energética.

CONHEÇA MAIS SOBRE A EMPRESA:

Site
Linkedin
Instagram
Facebook

Texto de: Carlos Eduardo da Silva Ribeiro, doutorando em Comunicação UFRGS, mestre em Sociologia UFPEL, bolsista de Desenvolvimento Institucional do Parque Zenit.

Voltar para o menu