Juramento para os Pesquisadores
Prof. José Roberto Goldim

    O Prof. Michel Serres, filósofo francês contemporâneo, propôs que todo jovem cientista deveria fazer um Juramento, a exemplo do feito pelos médicos, com base na proposta de Hipócrates. Este compromisso moral visaria estabelecer um conjunto mínimo de normas para a ação adequada do cientista.
 

"Pelo que depende de mim, 
juro não colocar 
meus conhecimentos, 
minhas invenções e 
as aplicações que deles possam fazer

a serviço da violência, 
da destruição ou 
da morte, 
do crescimento da miséria ou 
da ignorância, 
da escravização ou 
da desigualdade, 
mas sim dedicá-las, 
ao contrário, 
à igualdade entre os seres humanos, 
à sua sobrevivência, 
à sua elevação e 
liberdade."

 
    Esta proposta de Juramento foi apresentada ao Diretor Geral da UNESCO, Prof. Federico Mayor, para apreciação e divulgação junto à comunidade científica.

Por um "juramento de Hipócrates do pesquisador". O Correio da UNESCO 1999;27(7):36.



Textos - Conceitos Fundamentais
Página de Abertura - Bioética
Texto incluído em 18/08/1999 e atualizado em 26/05/2001
(C)Goldim/1999-2001