Pesquisas

Avaliação da Personalidade em Crianças: estudo de levantamento e adaptação do Inventory of Child Individual Differences

Resumo: A pesquisa empírica ainda é restrita devido à falta de instrumentos adequados. Ou seja, faz-se necessário o desenvolvimento e a adaptação de instrumentos empiricamente validados e com boas propriedades psicométricas para avaliar a personalidade da criança (Tackett et al., 2013).

Objetivo: Verificar os principais instrumentos de avaliação da personalidade em crianças descritos na literatura e, posteriormente, realizar a adaptação do Inventory of Child Individual Differences para a população brasileira.

Autora: Luciana Bohrer Zanetello

 

Adaptação do instrumento Tarefas Preditoras de Otimismo em Crianças (TAPOC) para versão Informatizada e Evidências de Validade

Resumo: Com o surgimento dos computadores pessoais, o crescimento do uso de testes informatizados aumentou, tanto em publicações profissionais e acadêmicas quanto no uso aplicado. Em 1986, a APA normatizou a aplicação e interpretação dos testes informatizados. As contribuições dos testes informatizados no âmbito da avaliação psicométrica podem explicar a expansão do uso desta tecnologia (Prieto, 2010).

Objetivos: Adaptar a TAPOC no formato papel e lápis para a versão informatizada. Além disso, verificar as evidências de validade e fidedignidade desta versão

Autora: Cyntia Mendes de Oliveira

 

Contribuições da Psicologia Positiva para a Psicologia do Trânsito

Resumo: A Psicologia do Trânsito teve seu ínicio no Brasil em meados de 1950, investiga os comportamentos humanos no trânsito, os fatores e processos externos e internos, conscientes e inconscientes que os provocam ou os alteram. A Psicologia Positiva investiga os fatores que evidenciam aspectos sadios dos seres humanos, potencialidades e forças. Devido a carência de estudos na área da psicologia no trânsito e pesquisas que acompanham as etapas de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o presente estudo pretende investigar as relações entre variáveis positivas e negativas ao longo desse processo.Cabe ressaltar ainda que o estudo de fatores psicológicos positivos ainda é um tema novo no Brasil, sendo ainda predominante na Psicologia a produção de conhecimento acerca de psicodiagnósticos e psicopatologias.

Objetivos:  Investigar a relação entre o otimismo, a esperança, a autoeficácia, a autoestima, a ansiedade, a autodeterminação, a escolaridade, o sexo, o grit, características de Personalidade no modelo dos Cinco Grandes Fatores (CGF) e a ansiedade no desempenho à obtenção da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Serão possíveis participantes da pesquisa candidatos a CNH que estiverem aptos a fazerem as provas de seleção e formação para habilitação de condutores.

Autor: Leonardo Régis

 

Estressores e enfrentamento positivo de pais durante a hospitalização das crianças: Projeto piloto de intervenção baseado na Psicologia Positiva

Resumo: A Psicologia Positiva traz contribuições ao processo de enfrentamento de doença e hospitalização na infância, na perspectiva da prevenção e promoção de saúde. Neste trabalho, o enfrentamento de pais cujos filhos estão em internação hospitalar será alvo de estudo. O presente projeto traz duas propostas de estudo. O primeiro, de cunho qualitativo, visa a identificar e descrever as principais estratégias de enfrentamento utilizadas por pais no contexto da hospitalização de seus filhos. O segundo estudo caracteriza-se por ser quantitativo e quase-experimental e tem por objetivo construir, implementar e avaliar a eficácia de uma intervenção para identificação e promoção de estratégias eficazes para enfrentamento da hospitalização entre os pais de crianças internadas. Serão utilizados instrumentos padronizados para avaliação pré e pós intervenção. A coleta de dados será realizada em um hospital universitário. Todos os aspectos éticos serão assegurados. Os resultados serão analisados através de análise de conteúdo e com o uso de software estatístico para fazer análises estatísticas descritivas e inferenciais.

Objetivos: Investigar e descrever as principais dificuldades e estratégias de enfrentamento utilizadas por pais no contexto da hospitalização de seus filhos. Construir, implementar e avaliar uma intervenção sobre estratégias de enfrentamento.

Autora: Doralúcia Gil da Silva