Novo revestimento não-poluente de anodização de ligas de Alumínio com composto extraído da maçã

Panorama tecnológico
O processo de anodização de alumínio mais comum de uso na indústria utiliza como componente principal do eletrólito o ácido crômico, resultando numa camada anódica de óxido de alta resistência à corrosão e boa resistência mecânica, sendo entre os processos conhecidos, o mais eficiente. Porém, apesar de conferir ótimas propriedades, este processo tem forte impacto ambiental, pois gera efluentes contendo cromo hexavalente, conhecido agente carcinogênico e tóxico, sendo regulado pela RoHS (Restriction of Certain Hazardous Substances), diretiva européia que visa a completa eliminação de processos e produtos de substâncias mutagênicas ao homem.
Neste contexto, ao longo do tempo foram desenvolvidos métodos e banhos de anodização envolvendo outros ácidos, como o banho de ácido sulfúrico (anodização sulfúrica), ácido fosfórico (anodização fosfórica) e ácido oxálico (anodização oxálica), sem obter a mesma eficiência de proteção do processo de anodização crômica.
Mais recentemente, foram desenvolvidos banhos com a combinação do ácido sulfúrico com ácido tartárico e bórico. Porém, ainda assim, nenhuma das alternativas propostas conseguiu alcançar resultados tão satisfatórios quanto o conferido pelo uso de ácido crômico.

Descrição da tecnologia

É um novo processo de acabamento superficial para ligas de alumínio, consistindo de um processo de anodização livre de cromatos.

Problema que a tecnologia resolve
Possibilita a substituição da anodização crômica por uma escolha com melhor desempenho que os processos alternativos propostos com a mesma finalidade.

Vantagens/ Diferenciais
– Formação de camada anódica altamente resistente à corrosão.
– Banho de anodização livre de cromatos.
– Baixo impacto ambiental.
– Sem o inconveniente do desenvolvimento de fungos presentes em outros banhos.
– Desempenho superior ao obtido pela anodização tartárico-sulfúrica e outras formulações entre ácidos carboxílicos dióicos e o ácido sulfúrico.

Aplicação Industrial
– Processo de anodização de alumínio e suas ligas.
– Peças e estruturas de alumínio e suas ligas sujeitas à corrosão.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da Tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Oportunidade
Estamos procurando parceiros para licenciamento, parceria estratégica ou captação de recursos.

Inventores
Luis Frederico Pinheiro Dick
Gerhard Hans Knornschild
Thiago Vignoli Machado
Pedro Atz Dick

Visite nosso laboratório (clique no logo)

Veja o vídeo explicativo com o Prof. Luis Dick

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *