Esteira portátil para reabilitação de caminhada

Panorama tecnológico
A tecnologia tem se aliado cada vez mais à saúde para proporcionar ao homem praticidade e qualidade de vida, resultando em invenções que marcam a história e criam tendências. A esteira ergométrica a partir da segunda metade do século XX se popularizou como forma de realizar exercício aeróbico.
Inicialmente presente em academias e casas, a esteira passou a representar uma alternativa em tratamentos de reabilitação, especialmente nos casos em que o indivíduo está se reapropriando da coordenação dos membros inferiores. Esses aparelhos, principalmente os de uso fisioterápico, são de grande porte e não possibilitam transporte tão simples e para qualquer lugar, dificultando a ampliação de serviços fisioterápicos como os de reabilitação para pacientes carentes de recursos.

Descrição da tecnologia
O invento é uma esteira portátil dobrável para crianças de até seis anos com dificuldades no andar. Viabilizando a portabilidade da esteira, o invento, além de ser dobrável, é fabricado em plástico via prototipagem 3D e conta com um conjunto servo motor aliado a um drive, capaz de gerar movimento com amplitude de velocidade de 0,1 km/h até 6 km/h com incrementos de 0,1 km/h. Para esse tipo de tratamento é essencial a existência de algum suporte para a criança. Sendo assim, a esteira conta também com uma grua feita em alumínio com suporte para colete, capaz de realizar a elevação parcial ou total da criança.

Problema resolvido
A maioria dos produtos presentes no mercado são pesados e consideravelmente grandes. O principal problema resolvido a partir do conceito da esteira portátil é a possibilidade de atendimentos domiciliares, tendo em vista que tanto o peso quanto o tamanho não são fatores impeditivos para o transporte. Além disso, a fácil instalação permite que uma pessoa transporte e instale a esteira sem maiores dificuldades. O atendimento domiciliar deste tipo de paciente melhora as condições do tratamento, pois o mesmo é realizado em um ambiente familiar à criança. Desta forma, será possível acelerar o tratamento e acompanhar de forma mais quantitativa os avanços dos pacientes.

Vantagens
Esteira extremamente leve, dobrável, portátil, com ampla faixa de velocidades (de 0.1 km/h até 6 km/h), bivolt. Além disso, é acoplada a uma grua desmontável , para elevação (parcial ou total) da criança, por meio de um colete. O conjunto motor/drive no presente invento pode ser aplicada a esteiras direcionadas a adultos que precisam de movimentação com baixas velocidades.

Aplicações
-Atendimento fisioterápico domiciliar
-Clínicas de Reabilitação;
-Hospitais;
-Educação Física.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Bruna Vieira Farioli
Cássia Daiane da Silveira Hammes
Marcelo Favaro Borges
Istefani Carísio de Paula
Natan Pereira Dorneles
Lucas Vieira Garcia
Luiza Scaletzky Huber

Visite nosso laboratório (clique no logo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *