Plástico biodegradável

Panorama tecnológico
A geração de resíduos sólidos urbanos e a sua disposição final estão entre os mais sérios problemas ambientais enfrentados pelos países em desenvolvimento e entre estes, o resíduo plástico encontra-se cada vez mais em maior volume, devido à gestão inadequada do resíduo urbano e também a sua destinação incorreta pelas pessoas. A maior parte dos plásticos não são biodegradáveis, causando a diminuição do tempo de vida útil dos aterros, e são provenientes de fontes não renováveis.

Descrição da tecnologia
Biocompósito de polímero biodegradável, reforçado com fibra vegetal de alto desempenho mecânico, proveniente da árvore Embira.

Problema resolvido
O produto apresenta melhor biodegradação e possui ótimas propriedades, destacando-se seu alto módulo elástico.
A fibra vegetal é incorporada em polímero biodegradável, como o PLA, sendo este aplicado em artefatos de vida média, como pratos descartáveis, canetas, escovas de dente e se torna uma alternativa atraente para amenizar a geração e acúmulo de resíduos poliméricos, diminuindo os danos que esses possam causar ao meio ambiente.

Vantagens
-Alto módulo elástico do compósito;
-Fibra vegetal com alto teor de celulose, promovendo uma alta resistência;
-Aceleração da decomposição com a presença da fibra vegetal na matriz termoplástica biodegradável.

Aplicações
-Indústria de embalagens descartáveis
-Indústria farmacêutica;
-Indústria de alimentos;
-Agronegócio.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Rafael Ghesla Silvestrim
Ruth Marlene Campomanes Santana
Adriana da Silva Moura

Visite nosso laboratório (clique no logo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *