Livros e Dossiês

Comida em tempos de pandemia, dossiê publicado pela Revista de Alimentação e Cultura das Américas - RACA (2020)
Denise Oliveira e Renata Menasche (Org.)
Sinopse: O dossiê registra olhares múltiplos associados à comida, buscando lançar luzes que permitam melhor entender nossas sociedades nesta experiência global de conviver com o vírus SAR-COV2, responsável pela doença COVID-19.

Download disponível aqui.



Casa e corporalidade em contextos camponeses e de povos tradicionais, dossiê publicado pela Tessituras: Revista de Antropologia e Arqueologia (2018)
Graziele Dainese, Ana Carneiro e Renata Menasche (Org.)
Sinopse: O dossiê propõe explorar a combinação entre o tema da casa (ou da domesticidade), na esteira de uma trajetória consistente nos estudos do rural, e a questão da corporalidade (incluindo classificações da comida; comensalidade e consubstancialidade; construção da pessoa; criação de intimidade), particularmente presente nos estudos voltados aos povos indígenas e de matriz afro. Sob a ampla rubrica dos “povos tradicionais”, abre-se a possibilidade de novas combinações entre temas clássicos da narrativa agrária e uma série de situações antes postas como marginais pelo paradigma do campesinato. O enfoque etnográfico – entendido aqui a um só tempo como técnica de campo e método de análise – promove recombinações, cruzamentos criativos entre as diferentes tradições disciplinares voltadas a povos intimamente ligados à terra e ao território.

Download disponível aqui.


Identidades em rede: um estudo etnográfico entre quilombolas e pomeranos na Serra dos Tapes (2017)
Maurício Schneider
Sinopse: Este livro, baseado no trabalho de dissertação de mestrado de mesmo nome, propõe-se a refletir sobre relações entre quilombolas e pomeranos na região da Serra dos Tapes, Rio Grande do Sul, Brasil. Os dois grupos viveram processos históricos diferenciados na ocupação da região, os primeiros desvinculando-se do regime escravocrata e os segundos a partir de projetos estatais de colonização. No presente, percebe-se que, no contexto estudado, quilombolas e pomeranos partilham diversos espaços, estabelecendo inúmeras conexões. Na produção de fumo, principal atividade agrícola desenvolvida na região, quilombolas trabalham nas propriedades de colonos pomeranos. Também frequentam as mesmas festas e as mesmas benzedeiras, utilizam os mesmos equipamentos públicos, como escolas e postos de saúde. Ainda, alguns quilombolas aprenderam o idioma pomerano. Este estudo busca, a partir de pesquisa etnográfica, refletir sobre conexões estabelecidas entre os dois grupos, assim como sobre os processos de demarcação de diferenças identitárias.

Download disponível aqui.


Dilemas e desafios na valorização de produtos alimentares tradicionais no Brasil: um estudo a partir do Queijo do Serro, em Minas Gerais, e do Queijo Serrano, no Rio Grande do Sul (2017)
Jaqueline Sgarbi Santos
Sinopse: Tomando o caso do Queijo do Serro, em Minas Gerais, e colocando-o em contraste com os processos de valorização em curso do sistema do Queijo Serrano dos Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul, a pesquisa apresentada neste livro, tese de doutoramento da autora, tem como objetivo geral estudar as tensões, conflitos, possibilidades e contradições acionadas a partir de diferentes ações do Estado brasileiro no que se refere a processos de reconhecimento e valorização de produtos alimentares tradicionais. 

Download disponível aqui.


Saberes e sabores da colônia: alimentação e cultura como abordagem para o estudo do rural (2015)
Renata Menasche (Org.)
Sinopse: Receitas herdadas, pratos tradicionais, produtos e ingredientes locais, espécies e variedades nativas, práticas da alimentação cotidianas ou rituais, utensílios e objetos que conformam a cultura material relacionada à produção e consumo de alimentos, mecanismos de sociabilidade em que se dá sua circulação e, ainda, espaços em que se realizam atos associados ao comer são percebidos enquanto elementos que compõem sistemas culinários, cuja diversidade é expressão de modos de vida e visões de mundo de grupos sociais específicos, marcando pertencimentos e distinções identitárias. Entre 2011 e 2013, a equipe reunida em torno da agenda de pesquisa Saberes e Sabores da Colônia percorreu a Serra dos Tapes, região situada ao sul do Rio Grande do Sul, buscando conhecer, especialmente a partir da observação das práticas alimentares, a diversidade que contempla colonos de distintas origens étnicas e a cultura camponesa que compartilham. Algumas das reflexões geradas a partir e em diálogo com esse trabalho são apresentadas nesta coletânea, em que a alimentação é tomada como abordagem para o estudo do rural.

Download disponível aqui.
Ficha catalográfica, sumário e introdução:
Compre aqui.


Comida e Cultura, dossiê publicado pela Revista Sociedade & Cultura (2015)
Janine Collaço e Renata Menasche (Org.)
Sinopse: Os artigos que compõem este dossiê evidenciam uma variedade de questões e abordagens etnográficas, trazendo à luz discussões que não se prendem unicamente ao significado do alimento, mas buscam evidenciar como ele é capaz de iluminar sentidos para a vida, disputas de posições, identidades, relações com a sociedade mais ampla. E a partir dos resultados expostos, torna-se possível criar pontos de intersecção que permitem compreender processos mais amplos a que as sociedades contemporâneas se encontram submetidas e que se percebem em distintos ritmos e condições, intensificados pelo fenômeno da globalização.
Apresentação do dossiê:
Artigos disponíveis para download aqui.


Comida para Pensar, dossiê publicado pela Revista Tessituras (2015)
Renata Menasche, Janine Collaço e Mártin Tempass (Org.)
Sinopse: Ainda que inserido em rotina e aparente monotonia, o ato de comer nunca é ação neutra, revestindo-se de sentidos e valores, expressos em escolhas e práticas alimentares. Comida é, desse modo, necessidade de primeira ordem, mas também é fato social, cultural, econômico e político. Este dossiê parte de ideia fundadora dos estudos em Antropologia da Alimentação: comida não é apenas boa para comer, mas também para pensar. É o que evidenciam os trabalhos aqui reunidos, que apresentam resultados de pesquisas construídas, em distintas regiões do Brasil e em vários outros países, a partir de diversas áreas do conhecimento, em torno da temática alimentação e cultura.
Apresentação do dossiê:
Artigos disponíveis para download aqui.


Dimensões socioculturais da alimentação. Diálogos latino-americanos (2012)
Renata Menasche, Marcelo Alvarez e Janine Collaço - (Org.) Ed. UFRGS
Sinopse: Uma seleção de estudos antropológicos que abordam os sistemas alimentares a partir dos mais variados ângulos, evidenciando como, mais que fato biológico, a alimentação humana é ato social e cultural. Os autores revelam como o alimentar implica em práticas, representações e imaginários, envolve escolhas, símbolos e classificações, que organizam visões de mundo diversas, no tempo e no espaço, participando, ainda, na conformação de identidades, uma vez que expressa relações sociais e de poder.

Download disponível aqui.
Ficha catalográfica e sumário:
Compre aqui.


A Doce cosmologia Mbyá-Guarani: uma etnografia de saberes e sabores (2012)
Mártin César Tempass - Ed. Appris
Sinopse: Resultado de oito anos de pesquisas etnográficas entre o grupo indígena Mbyá-Guarani, o trabalho articula bases teóricas na interface entre a Etnologia e Antropologia da Alimentação. O livro propõe repensar a participação indígena no processo de formação da culinária brasileira, colocando em xeque noções tidas como consolidadas, tais como as que ignoram qualquer produção de doces entre os grupos indígenas. Os alimentos tradicionais dos Mbyá-Guarani apresentam a predominância de sabores doces. O estudo evidencia como, a partir da produção/obtenção, preparação, distribuição e consumo de comidas doces, estes indígenas se constroem como pessoas igualmente doces e, mais do que isso, constroem também, através de relações dóceis com seres da natureza e da sobrenatureza, um mundo doce e ideal para viverem.
Ficha catalográfica e sumário:
Compre aqui.


A Agricultura Familiar à Mesa: Saberes e Práticas da Alimentação no Vale do Taquari (2007)
Renata Menasche(Org.) - Ed. UFRGS
Sinopse: Construído a partir de pesquisas realizadas na região gaúcha do Vale do Taquari, neste livro a observação das práticas de produção e de consumo de alimentos, bem como das manifestações de sociabilidade em que tomam parte, constitui a matéria-prima para a apreensão dos modos de vida das famílias rurais estudadas e das mudanças neles ocorridas. O trabalho propõe, assim, o olhar sobre a comida (alimento transformado pela cultura) como ingrediente das reflexões sobre o rural.

Download disponível aqui.
Ficha catalográfica e sumário:
Compre aqui.


 

 

Acesso Rápido
GEPAC NO YOUTUBE
Saberes e Sabores da Colônia
PGDR
PPGDAnt
ANTROPOLOGIA
LEAA
IEPE