O que é pré-diabetes?

14 março, 2017    tags: diagnóstico glicose prevenção

 

O termo pré-diabetes significa uma situação de risco aumentado de desenvolver diabetes mellitus tipo 2. É o estado que antecede o diabetes, período quando a pessoa apresenta níveis elevados de glicose (açúcar) no sangue, porém não elevados o suficiente para ser diagnosticada com diabetes. Este termo não é considerado um diagnóstico em si, mas sim um sinal de alerta a fim de se evitar a progressão para a doença e para que ocorra imediatamente uma mudança no estilo de vida. Pessoas com pré-diabetes apresentam um alto risco de evoluir para diabetes mellitus tipo 2 especialmente quando são obesas, sedentárias ou com histórico de diabetes na família.

Diferente do diabetes, o pré-diabetes não costuma apresentar sintomas além dos níveis elevados de glicose no sangue, portanto, devemos ficar atentos aos resultados de exames. Valores de glicemia de jejum entre 100 e 125 mg/dL, glicemia medida 2 horas após a ingestão de 75 gramas de glicose entre 140 e 199 mg/dL e hemoglobina glicada entre 5,7 e 6,4% são indicadores de pré-diabetes.

Para impedir a evolução para o diabetes, é fundamental que ocorram modificações nos hábitos de vida do paciente, incluindo alimentação adequada e atividade física. É orientado diminuir a quantidade de calorias nas refeições, evitar gorduras e o excesso de carboidratos, principalmente os simples, e substituí-los por alimentos integrais e com baixo teor de açúcar. Além disso, deve ser feita a inclusão de exercício físico na rotina, como caminhar, subir escadas ou praticar esportes. Em alguns casos, somado a essas mudanças, também é iniciado o tratamento medicamentoso.

O pré-diabetes é um quadro reversível e sua regressão baseia-se principalmente na mudança de comportamento do paciente. Alimentação adequada, atividade física regular, perda de peso, entre outros hábitos saudáveis, são medidas capazes de reduzir o risco de evolução para diabetes em cerca de 30 a 40%.