Pesquisa

LITERATURA INFANTIL PARA DIVERSIDADE: LIVROS ACESSÍVEIS TÁTEIS

O presente projeto tem por objetivo o estudo da produção de livros infantis acessíveis táteis, com vistas a permitir o acesso à literatura aos alunos cegos e com baixa visão. Educação, literatura e tecnologias tecem um trabalho interdisciplinar, permitindo inclusão e acesso do livro infantil a todos os alunos. A construção de conhecimento interdisciplinar nas áreas de educação especial e tecnologias busca promover a produção, elaboração e a adaptação/adequação de literatura infantil.

A temática principal deste projeto insere-se na proposta ampliação e consolidação da inclusão através da acessibilidade de materiais educativos e livros acessíveis táteis infantis, que podem ser utilizados nas práticas cotidianas escolares. O foco de investigação está centrado nos processos que possibilitam o acesso ao livro infantil a todos os alunos. A abordagem escolhida encontra sustentação na perspectiva sistêmica do pensamento científico. Constituem o alicerce teórico prioritariamente os estudos de Gregory Bateson e Humberto Maturana.

A metodologia de pesquisa do projeto será desenvolvida inicialmente com a busca do Estado da arte sobre livros acessíveis táteis. Em um segundo momento será realizado um curso de extensão oferecido a professores da educação básica, alunos da gradação e da Pós-graduação da UFRGS. Este curso permitirá o desenvolvimento de livros infantis suficientemente acessíveis para alunos com cegueira e baixa visão em processo de letramento. O curso será montado e oferecido para professores da Educação Básica que tenham alunos com baixa visão ou cegueira com idade entre três a oito anos. Esta ação contará com pesquisadores e participantes inseridos na realidade das escolas, salas de aula e Salas de Recursos. Imaginamos estreita ligação entre pesquisadores e os participantes (professor e alunos) envolvidos na condução/organização/invenção e produção de livros e materiais produzidos de forma multissensorial, para apoio ao processo de letramento de crianças em processo de inclusão, com adaptações/ adequações de livros infantis e materiais acessíveis.

O estudo prevê ações de capacitação dos professores atuantes em escola na Região Metropolitana de Porto Alegre que incluam em suas turmas de Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental alunos público alvo da Educação Especial com baixa visão e cegueira. O projeto prevê ainda a presença de alunos do curso de pedagogia e outras licenciaturas estudantes na UFRGS.