Aparelho e método de detecção de toxinas

Panorama tecnológico
Micotoxinas são metabólitos secundários de fungos, prejudiciais à saúde do homem e/ou animais. Elas podem ser produzidas em diferentes tipos de alimentos, antes ou depois da colheita. Tradicionalmente, micotoxinas são analisadas por cromatografia por camada delgada (CCD), sendo a determinação considerada semiquantitativa, mas aceita internacionalmente. A visualização por luz UV e a quantificação por comparação com quantidades conhecidas do padrão era efetuada a olho nu, sendo fundamental o treinamento do pesquisador ou do técnico do laboratório.

Descrição da tecnologia
A presente invenção proporciona um aparelho que permite medir a fluorescência de micotoxinas separadas pelo método de CCD. Particularmente, o aparelho também permite ajustar esta precisão a outros valores de acordo as circunstâncias e as necessidades.

Problema resolvido
O estudo a olho nu das micotoxinas separadas por cromatografia de camada delgada apresenta as seguintes deficiências:
– A análise ocular por comparação de amostras com padrões é semiquantitativa.
– O olho humano, quando visto como detector, não apresenta comportamento linear, mas logarítmico. Ele consegue, porem, fazer avaliações comparativas razoáveis.
– As micotoxinas, em placas CCD, sofrem uma degradação temporal, não permitindo a sua visualização posterior nas mesmas condições por outros técnicos ou pesquisadores, nem apresentações, seja perante organismos reguladores, empresas ou pares, em seminários, congressos ou processos.
– O olho humano tende a deletar com maior facilidade contrastes de brilho que valores absolutos dos mesmos. Assim sendo, a qualidade descrita no ponto 2, vê-se afetada se as condições de iluminação das amostras e padrões em estudo não tem um fundo uniformemente iluminado (padrões e amostras colocados sob fundos com brilhos diferentes), e se esta iluminação for excessiva (o olho fica ofuscado ou saturado) ou finalmente houver iluminação espúria, proveniente de reflexos laterais indesejados.

Aplicações
A invenção pode ser aplicada em controle de processos industriais de elaboração de alimentos e produtos derivados e na avaliação de teores que se adaptem à legislação de países importadores.

Vantagens
– Análise com maior precisão das placas de CCD;
– Armazenamento dos dados sobre fluorescência de micotoxinas que degradam com o tempo;
– A tecnologia é uma alternativa de menor custo de aquisição e de manutenção frente as opções já estabelecidas em mercado.

Nível de maturidade da tecnologia (TRL – Technology Readiness Level)

Status e oportunidade
Patente concedida pelo INPI sob n° do pedido PI 0800559-1.

A patente pode ser encontrada na íntegra no Lume pelo link.

Inventores
Horacio Alberto Dottori
Isa Beatriz Noll

Visite o Lab… (Clique no logo)