Realizado em parceria pelo Centro Cultural e pelo Programa de Pós-Graduação em Música (PPGMUS) do Instituto de Artes da UFRGS, o Solo Piano costumava promover recitais mensais no Espaço Paineira, com curadoria do prof. Ney Fialkow. No contexto de distanciamento social no combate à COVID-19, a ação cultural estreia em formato digital neste sábado, dia 30 de janeiro, às 12h30, no canal do Departamento de Difusão Cultural da UFRGS no YouTube.

Na primeira edição do Solo Piano em 2021, o convidado é o pianista Lucas Brayner, aluno do PPGMUS. Ele apresenta o “Tríptico”, do compositor Flávio Oliveira, nome consagrado no cenário da música de concerto brasileira, e que durante muitos anos atuou como programador e produtor de programas na Rádio da Universidade. A obra, escrita para piano solo, data de 1973, e, quase cinco décadas depois, ganha seu primeiro registro.

O “Tríptico” de Flávio Oliveira é o objeto de estudo de Lucas Brayner em sua dissertação de mestrado. A obra é fruto do fascínio do compositor pelos trípticos pictóricos (pinturas em três partes, muito em voga entre o final da Idade Média e o Renascimento) e por vitrais. A composição configura-se em um tríptico/vitral sonoro-musical que se desenvolve no tempo, em três movimentos: “Serielo”, que utiliza o serialismo clássico como método; “Serialo”, que evoca o fenômeno do halo solar; e “Seriovo”, que retoma elementos básicos que compõem a música, principalmente o ritmo.

A gravação do vídeo foi realizada no Centro Cultural da UFRGS, por Lucas Brayner e Nayane Nogueira. A edição é do próprio músico convidado, com colaboração do engenheiro Marcos Abreu. O Solo Piano conta com apoio da Person Pianos para a manutenção do instrumento, cuja presença no Centro Cultural é resultado de uma parceria entre o DDC-UFRGS, a Fundação Médica do Rio Grande do Sul e o Hospital de Clínicas.

Sobre o pianista

Lucas Brayner iniciou seus estudos de piano aos sete anos, na França, com o professor Jean-Paul Marron. Depois de se mudar para o Brasil, em 2007, ingressou no curso de bacharelado em piano da Universidade Federal de Pernambuco em 2013. Foi correpetidor do Coro Universitário e do grupo Contracantos, de 2013 a 2018, orientados pelo professor Flávio Medeiros. Participou dos projetos “Villa-Lobos 130 anos” e “Camargo Guarnieri 110 anos” sob orientação do professor Wendell Kettle. Hoje cursa o mestrado em Práticas Interpretativas – Piano pela UFRGS, sob orientação da professora Cristina Capparelli, e é professor de piano na extensão do Programa de Pós-Graduação em Música.

Deixe uma resposta

X