“Fortalece a relação entre veículos e leitores”, avalia Carla Dutra, que estreia dia 27 como colunista

Jornalista Carla Dutra será ombudsman do Humanista, ao lado de Clóvis Malta; colunistas são “representantes” dos leitores, com críticas e sugestões à produção do portal.

#RedaçãoHumanista

Depois de inaugurar na semana passada a coluna#OmbudsmanHumanista, o portal Humanista se prepara para oferecer aos seus leitores a segunda análise da produção jornalística dos estudantes da Fabico/UFRGS que mantêm o veículo laboratorial – vinculado à disciplina Laboratório de Jornalismo Convergente. E quem estreia como colunista voluntária desta vez é a jornalista Carla Dutra (foto), que dividirá o espaço com o colega de profissão Clóvis Malta, autor da primeira crítica. Ela publicará seu texto de estreia na próxima segunda-feira, dia 27.

Natural de Santo Ângelo, na região Noroeste gaúcha, Carla Dutra é formada em Jornalismo e em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Começou a carreira como estagiária de comunicação dentro da própria instituição e, em 2002, ainda estudante, passou a atuar em redações – a primeira foi a do Jornal A Razão, também de Santa Maria (RS). De lá para cá, são mais de 15 anos em veículos de comunicação: Jornal NH, de Novo Hamburgo (RS), mesma cidade na qual foi correspondente do jornal Zero Hora durante três anos. Após passagem por assessoria de imprensa em Porto Alegre, retornou ao Grupo RBS, onde, nos últimos nove anos, foi repórter, produtora e editora. Ela assinará a coluna #OmbudsmanHumanista uma vez por mês, intercalando publicações quinzenais com Clóvis Malta.

Carla Dutra vê no ombudsman uma figura que contribui para tornar o veículo “mais plural”. A jornalista conversou com o Humanista sobre suas expectativas para o desafio que encara a partir do dia 27.

Por que você aceitou o convite para participar do portal Humanista?
Várias razões me levaram a aceitar, mas as duas principais foram a oportunidade de estar em contato com uma universidade tão importante quanto a UFRGS e com os estudantes dessa instituição e o tema abordado. Falar em direitos humanos é fundamental.

Qual a expectativa em relação ao conteúdo do portal Humanista?
Conteúdos profundos e diversificados, que apresentem todos os lados da notícia, que contribuam para garantir direitos e, até, ajudem os leitores a identificá-los e fazê-los cumprir.

Como avalia a relação entre jornalismo e direitos humanos?
É uma relação de total proximidade. A defesa dos direitos humanos tem sido fortemente atacada e cabe aos veículos de comunicação atuarem como mediadores nesse diálogo com a sociedade, esclarecendo a importância da garantia de direitos fundamentais a qualquer pessoa.

Qual a importância de um ombudsman para o jornalismo?
Acredito que um ombudsman fortalece a relação entre veículos e leitores, dando voz a estes últimos. A presença dessa figura possibilita que o veículo se torne ainda mais plural. Também mostra que o veículo está preocupado em melhorar, ouvindo o que seu público tem a dizer.

 

O que é Ombudsman?

“Aquele que representa”: definição da palavra, de origem sueca, muito comum em jornais consagrados como Washington Post (EUA) e El País (Espanha). Trata-se do intermediador dos leitores, que faz a relação com as redações dos jornais, cujo projeto ideal visa a contribuir para um jornalismo plural e representativo socialmente. É o responsável por receber, investigar e encaminhar críticas construtivas ao veículo por meio da análise de reportagens e sugestões de abordagens futuras.

No caso de veículos comerciais, o ombudsman é contratado pelo próprio veículo para exercer a função de “representante dos leitores” em colunas publicadas periodicamente, dependendo da política de cada jornal para este fim. No Brasil, o principal exemplo é a Folha de S.Paulo, primeiro veículo a contar com a função; a jornalista Paula Cesarino Costa é a 13ª a ocupá-la, criticando a Folha desde 2016.


FOTO: Arquivo pessoal/Carla Dutra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *