Escolas de Alvorada (RS) abrirão nas férias contra a fome, que afeta quase 1 bilhão no mundo; assista

Escolas do município da Região Metropolitana de Porto Alegre poderão oferecer almoço visando a reduzir a fome de alunos em condição de vulnerabilidade social. 

Andrielle Prates e Alnilam Orga / #ExplicaçãoHumanista

“Férias sem fome”. É o que promete projeto de lei aprovado pela Câmara Municipal de Alvorada (RS) no final de outubro deste ano. A proposta é do vereador Cristiano Schumacher (PT) e autoriza que as escolas mantidas pelo poder público local abram durante as férias para servir almoço a alunos em situação de vulnerabilidade social.

Inspirado na iniciativa do município da Região Metropolitana de Porto Alegre, o Humanista foi atrás de dados sobre a fome no Brasil e no mundo para encerrar a cobertura editorial da “Semana dos Direitos Humanos”, em alusão ao aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (10 de dezembro), e reuniu no #ExplicaçãoHumanista; assista!



O Brasil está fora do Mapa da Fome desde 2014. Segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas), no entanto, em 2018 cerca de 5 milhões de brasileiros passaram fome. No mundo, cerca de 820 milhões de pessoas não tiverem acesso suficiente a alimentação, o que a ONU avalia como obstáculo para atingir o segundo item do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável: um mundo sem fome até 2030. 


FOTO DE CAPA: vikvarga/pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *