Dia da Latinidade promove olhar sobre cultura do “mundo latino”; assista

Portal Humanista ouve estudantes da Fabico que têm relações com outros países latinos para saber qual é a percepção deles sobre identidade e outras semelhanças com o Brasil.

#RedaçãoHumanista

Pouca gente sabe, é verdade. Mas 15 de maio marca o Dia Internacional da Latinidade. É verdade também que boa parte dos cerca de 200 milhões de brasileiros não vincula sua identidade cultural ao “mundo latino”. A língua é sempre utilizada como pretexto: a maior parte dos países com essa origem – incluindo os vizinhos de América Latina – fala espanhol enquanto a língua oficial no Brasil é o português.

Para contribuir com a superação da barreira cultural que ainda impede uma maior integração, na semana da passagem da data celebrativa em 2019 o portal Humanista ouve estudantes que têm alguma relação com os outros países de mesma origem ou que tenham nascido por lá – é o caso de Jorge Carrasco (Cuba), Sthefania Castillo (Venezuela) e Juan Ortiz (Colômbia); também fala sobre as suas percepções a brasileira Camila Medroa, que cresceu no Peru.

Assista ao vídeo produzido pelos estudantes Laura Berrutti, Luciana Forgiarini e Vinicius Dutra, repórteres e editores do Humanista!


O Dia da Latinidade foi instituído em 2000 pela União Latina, formada por 36 nações de mesma origem. A data – 15 de maio – alude à criação da organização, em Madrid (Espanha), no ano de 1954. A UFRGS (Universidade Federal dos Rio Grande do Sul) acolhe estudantes latinos e de países de outras origens por meio da Secretaria de Relações Internacionais.


FOTO: geralt/pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *