Inscrições Refugiados ou Portadores de Visto Humanitário

        Com o objetivo de oportunizar aos refugiados e portadores de visto humanitário o acesso à formação continuada e aproximação com a Pós-Graduação e estimular uma maior integração com a sociedade brasileira e sua comunidade científica, o Programa de Pós-graduação em Estudos Estratégicos Internacionais divulga Edital para modalidade Aluno Especial.

                          Edita Refugiados 2018/1

Os documentos solicitados para a inscrição podem ser enviados por email ou entregues pessoalmente na secretaria do programa. O candidato também pode, caso opte, inscrever-se pelo formulário do link abaixo.

Inscrições Alunos Especiais

        Estão abertas as inscrições para modalidade Aluno Especial, Alunos com vínculo com pós-graduação stricto sensu (mestrado ou doutorado) de outras universidades brasileiras ou estrangeiras.

 Os candidatos devem enviar, através do formulário de inscrição:

A) Carteira de identidade e CPF; B) Projeto de pesquisa desenvolvido na Universidade de origem; C) Autorização da Universidade de origem; D) Comprovante de vínculo com pós-graduação stricto sensu; E)Carta de motivação

        Os candidatos aprovados serão admitidos para frequentar até uma disciplina por semestre, com um número máximo total de duas disciplinas. O candidato aprovado será considerado “aluno especial”. Para ser aluno regular do programa, deverá posteriormente participar do processo seletivo anual.

Andamento Processo Seletivo 2018

Acompanhe o andamento do processo seletivo para Mestrado e Doutorado 2018.

Solicitação de Isenção da Taxa de Inscrição
Informações sobre a prova

- Data: 04/11/2017

- Local: Faculdade de Ciências Econômicas, Av. João Pessoa, 52 - Centro, Porto Alegre - RS, 90010-281
- Sala Mestrado : 21 (2º andar)
- Sala Doutorado: 35 (3º andar)
- Horário: 09h (comparecer com 20 minutos de antecedência)
- Instruções para prova

Divulgação das Inscrições Homologadas
Divulgação dos Candidatos Aptos à entrevista

- Lista de candidatos aptos à entrevista - Mestrado e Doutorado

* As entrevistas serão realizadas nos dias 07 (Doutorado) e 08 (Mestrado) de dezembro 2017 na Faculdade de Ciências Econômicas.

- As notas do projeto, currículo e prova só poderão ser solicitadas após a divulgação do resultado final.

Resultado Final
Resultado de Recursos (se houver) - até 27/12/2017

Após análise e resposta dos recursos interpostos aos respectivos candidatos, mantém-se a classificação final de mestrado e doutorado.

Evento “O Movimento de Mulheres no Curdistão: conversa com Melike Yasar”

O evento “O Movimento de Mulheres no Curdistão: conversa com Melike Yasar” tratará de temas como a atuação do movimento, a participação de mulheres no combate ao Estado Islâmico e uma perspectiva local sobre o conflito na Síria, particularmente as transformações sociais que acontecem em Rojava.
Melike Yasar, é é representante internacional do Movimento de Mulheres Curdas para a América Latina e membro do Congresso Nacional do Curdistão (KNK) em Bruxelas. Acreditamos que ela poderá trazer uma nova perspectiva para o debate de Relações Internacionais.

Eventos sobre migrações

Marcelo Milan recebe prêmio por trabalho sobre finanças verdes

Professor do Departamento de Economia e Relações Internacionais da FCE, Marcelo Milan conquistou o primeiro lugar no prêmio ABDE-BID 2017, com o trabalho Os mercados de títulos verdes nos países em desenvolvimento e o papel do Novo Banco de Desenvolvimento. No estudo, o docente investigou como os bancos multilaterais de desenvolvimento podem fomentar o financiamento de atividades econômicas ambientalmente sustentáveis, de forma a contribuir para mitigação do aquecimento global.

Os títulos verdes são instrumentos de captação de recursos emitidos por entidades públicas e privadas para financiar projetos ambientalmente responsáveis. No artigo premiado, Milan destacou o papel dos países menos desenvolvidos na ampliação desse tipo de subsídio: “O Novo Banco de Desenvolvimento, apesar do avanço da rivalidade interestatal que tem fragmentado o BRICS, tem um potencial elevado de estimular a expansão do financiamento verde”, completou.

Criado em 2014, o Novo Banco de Desenvolvimento é um banco de desenvolvimento multilateral operado pelos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África da Sul). O órgão está configurado para promover uma maior cooperação financeira e de desenvolvimento entre os cinco mercados emergentes sócios. A instituição tem como principais objetivos atender às necessidades de financiamento dos BRICS e de outros países em desenvolvimento, complementando os recursos de outros bancos multilaterais, regionais e nacionais de desenvolvimento, sobretudo para investimentos em infraestrutura e desenvolvimento sustentável.

Com a iniciativa, a Associação Brasileira de Desenvolvimento reconhece o trabalho de pesquisa da área de desenvolvimento econômico do Programa de Pós-Graduação em Economia da UFRGS. Rafael Pereira, coautor do trabalho, defendeu em 2016 sua dissertação sobre a temática, pelo PPGE, tendo sido aprovado no curso de doutorado em Economia da USP.

A lista completa de artigos vencedores pode ser consultada no site da ABDE.

AfrikaansNederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPolskiPortuguêsEspañol