Programa de Pós-graduação em Estudos Estratégicos Internacionais

Apresentação

 

Área de Concentração: Segurança, Integração e Desenvolvimento

A área de concentração do PPGEEI é consistente com mais de 15 anos de pesquisas, orientações, ensino e produção científica dos professores do programa acerca dos problemas do desenvolvimento socioeconômico, da integração política regional e da segurança internacional. Longe de meramente justapor três tópicos centrais na trajetória dos países e grupos sociais de fora do núcleo orgânico do capitalismo, trata-se de esforço consciente e perseverante de produzir explicações e descrições adequadas acerca dos desafios colocados pelo crescimento do poder e da riqueza relativa dos chamados países austrais no século XXI. Com três linhas de pesquisa que refletem a coesão temática do projeto e ao mesmo tempo as competências especificas do corpo docente, a área de concentração em desenvolvimento, integração e segurança permite a formação de mestres e doutores especializados nos temas e regiões mais dinâmicos do mundo contemporâneo.

 

Histórico e Contextualização do Programa

O Programa de Pós-graduação em Estudos Estratégicos Internacionais (PPGEEI) da UFRGS teve seu funcionamento autorizado pela CAPES em dezembro de 2010. Ele é o resultado do amadurecimento desta área de conhecimento e apoia-se na solida tradição de pesquisa da Universidade.

Sediado na Faculdade de Ciências Econômicas (FCE) da UFRGS, onde funciona o curso de graduação em Relações Internacionais, o Programa reflete a realidade multidisciplinar da FCE-UFRGS, que já abriga dois cursos de Doutorado, um
em Economia e outro em Desenvolvimento Rural. O corpo docente do PPGEEI inclui pesquisadores com grande produção científica na área, envolvendo suas três linhas de pesquisa: Política Internacional, Segurança Internacional e Economia Política Internacional.

Em 1999, foi criado na UFRGS o Núcleo Brasileiro de Estratégia e Relações Internacionais (NERINT), um dos centros pioneiros do Brasil nesta área de pesquisa, que publica livros, duas revistas e promove seminários e cursos de extensão.

Em 2004, entrou em funcionamento o curso de graduação em Relações Internacionais. De caráter multidisciplinar e sediado na Faculdade de Ciências Econômicas, com ingresso de alunos do Brasil, além de alunos estrangeiros da África, América Latina e Ásia. O curso foi avaliado como o melhor do Brasil no ENAD de 2013. Muitos dos egressos do curso, atualmente cursam Mestrado e Doutorado no Brasil e no exterior, ou foram aprovados com grande destaque em concursos públicos para a carreira diplomática e outras carreiras estratégicas na Administração Pública, ou estão exercendo a profissão no setor privado.

Além de contar com núcleos de pesquisa e infraestrutura na FCE, tais como o Núcleo de Estudos em Tecnologia, Indústria e Trabalho (NETIT), o Programa apoia-se, também, na infraestrutura e na experiência de pesquisa e extensão do Núcleo Brasileiro de Estratégia e Relações Internacionais (NERINT), do Núcleo de Estudos dos BRICS (NEBRICS), do Centro Brasileiro de Estudos Africanos (CEBRAFRICA) e do Centro de Estudos Internacionais de Governo (CEGOV).

 

Objetivos

Entre os principais objetivos do Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais (PPGEEI) estão:

  •  suprir a lacuna existente na área de Relações Internacionais e Estudos Estratégicos na região Sul, e também a forte demanda devido a numerosos cursos novos de graduação em Relações Internacionais e grande produção na área de pesquisa. Trata-se, afinal, do primeiro curso de doutorado da área na região Sul;

 

  • associar a área de Relações Internacionais aos Estudos Estratégicos, pelo qual existe grande demanda dos setores acadêmico, governamental (especialmente nas áreas de defesa, diplomacia e assessoramento internacional), empresarial e da sociedade civil em geral. O crescente número de programas de pós-graduação em relações internacionais cria uma nova realidade, focada na busca por especialização. Dado o grande número de cursos de graduação em relações internacionais, existe a necessidade de maior foco e especialização nos programas de pós-graduação. O PPGEEI, coroando a tradição de pesquisa de seus docentes há mais de quinze anos, definiu a dimensão estratégica das relações internacionais e a política internacional das regiões emergentes como seu foco principal (África, Ásia e América Latina), bem como seu papel nas mudanças em curso na ordem internacional.

 

Pelas atividades do PPGEEI, observa-se a vocação do Programa para a formação de doutores, bem como o seu forte compromisso com a internacionalização de suas redes de pesquisa e publicações. Isto se dá através da atração de alunos estrangeiros (regulares ou visitantes), projetos de pesquisa com acadêmicos e instituições de outros países e a publicação de duas revistas, uma bimestral de conjuntura (em formato eletrônico) e outra semestral analítica com versões em português e inglês (em formato impresso e eletrônico). Outra tendência é o crescente foco no estudo das relações estratégicas e internacionais que dizem respeito aos países em desenvolvimento. Com isso, temos conseguido atrair profissionais de áreas importantes e alunos estrangeiros e de outras regiões do Brasil. Dada a forte demanda por ingresso no PPGEEI, (observada através dos processos seletivos realizados até o momento) foi decidido  implantar um curso de especialização (sobre Relações Internacionais Contemporâneas), visando um público vinculado às profissões respectivas. Assim, foi implantada no âmbito do PPGEEI a especialização em Estratégia e Relações Internacionais Contemporâneas foi implantada em 2013 e já está em sua terceira edição.

No mesmo sentido, a rápida institucionalização do PPGEEI tem contribuído para criar novo locus de convergência intelectual, incorporação de discentes à atividade de pesquisa e dinamização da produção acadêmica.

O PPGEEI promoveu até o momento duas edições do SEBREEI – Seminário Brasileiro de Estudos Estratégicos Internacionais, seminário de grande expressão acadêmica com a participação de docentes e discentes do Programa e convidados internacionais.

Páginas:

Seminário Brasileiro de Estudos Estratégicos Internacionais
Revista Conjuntura Austral
Revista Austral
Núcleo de Estratégia e Relações Internacionais (NERINT)
Centro de Estudos Internacionais de Governo (CEGOV)

 

Perfil do Egresso

Os egressos, em sua maioria, se tornam professores de Relações Internacionais, em universidades públicas ou privadas, tanto os doutores como os mestres. Número significativo passa a integrar os quadros da administração estatal como analistas, enquanto outros ingressam em empresas privadas e organizações internacionais. Há um elevado índice de aproveitamento profissional dos egressos, e muitos mestres seguem estudos de doutoramento no PPGEEI e, especialmente, em outras instituições, nacionais e estrangeiras.

 

Experiências inovadoras de formação

Além da formação tradicional, em sala de aula, há muitos seminários e experiências de missões e pesquisa de campo (no Brasil e no exterior), participação em publicações e engajamento em projetos de pesquisa. A realização de duas edições do SEBREEI foi fortemente sustentada na atuação dos discentes, que adquiriram grande experiência. Muitos realizam interação com órgãos estatais, Forças Armadas, empresas e associações empresariais, além de intercâmbio (especialmente doutorado-sanduiche) no exterior.

AfrikaansNederlandsEnglishFrançaisDeutschItalianoPolskiPortuguêsEspañol