Oficinas iniciam atividades da 12ª FestiPoa Literária no Centro Cultural

As oficinas “Narrativas Poéticas de Bonecas de Papel”, de Aline Daka, e “A poesia é um atentado celeste”, de Marcelo Silva, iniciaram, na última terça-feira, uma série de quatro eventos da 12ª FestiPoa Literária sediados pelo Centro Cultural da UFRGS. As atividades foram marcadas pelo contato dinâmico do público com as diversas formas do fazer artístico.

“Fantástica para pensar a pluralidade da poesia e abrir a cabeça para explorar novas formas de linguagem. Oficina produtiva e democrática”, ressaltou Chrystian Kroeff, doutorando em Psicologia, após a participação na oficina de Marcelo Silva. Durante “A poesia é um atentado celeste”, o ministrante trabalhou a leitura de textos, referências, escrita coletiva e estímulo da criatividade pela música, para ressaltar que não existe fórmula para a poesia.

Na mesma tarde, a oficina de Aline Daka promoveu um encontro de contação de histórias e intervenções com desenhos. Em “Narrativas Poéticas de Bonecas de Papel”, os participantes puderam fazer alterações nas bonecas trazidas pela ministrante, por meio de colagens, pinturas e desconstruções.

Meise Pureza, aluna de Artes Visuais da UFRGS, foi uma das integrantes e destacou: “A oficina foi produtiva e tivemos liberdade para exercer nossa poética. Trouxe uma troca muito grande de convivência e experiência entre as pessoas”. Ao final da atividade, os participantes mostraram o resultado das suas intervenção para o grupo.

O Centro Cultural ainda recebe dois eventos do FestiPoa Literária nesta semana. Confira a programação completa em: ufrgs.br/centrocultural.

Deixe uma resposta

X