Público celebra exercícios de voz e corpo na performance do Experiências Epiphônicas

Ao longo de duas apresentações do Experiências Epiphônicas, o público que compareceu ao Centro Cultural da UFRGS nas noites de 20 e 21 de maio pode interagir com os atores Laura Backes e Fabio Mentz, em uma performance que propôs uma experiência coletiva de conexão com o som e com o corpo. A atividade integra o projeto Cenas Mínimas, coordenado pela equipe do Departamento de Difusão Cultural da UFRGS.

O Cenas Mínimas é um projeto mensal que procura colocar a relação entre atores e espectadores como parte integrante da atividade – seja ela teatro, performance arte, dança, arte circense ou música. Essa interação foi justamente a parte que a estudante de pedagogia da UFRGS, Ester Cunha, mais se impressionou no Experiências Epiphônicas. “Foi bem diferente do que eu esperava. Me senti muito confortável para me expressar e acabou sendo um ambiente tranquilo para entender sobre as harmonias e sobre os sons”, contou ela.

Já para Luiz Castro, servidor da Justiça e frequentador do Centro Cultural da UFRGS, a parte mais marcante da performance foi a possibilidade de silenciar a mente. Ele comentou também que “a emissão de voz pelas vogais e os exercícios respiratórios foram muito interessantes”.

O Cenas Mínimas segue sua programação no próximo mês, proporcionando novas experiências para aqueles que já participaram das edições anteriores e para os que desejam conhecer o projeto. Mais informações sobre a programação serão divulgadas em breve.

Luiz Castro, participante do Experiências Epiphônicas
Luiz Castro, participante do Experiências Epiphônicas
Esther Cunha (à direita) e Sabrina Gitz

Esther Cunha (à direita) e Sabrina Gitz
DSC_9158
DSC_8896
DSC_8892
DSC_8782
1CE35B87-4855-4458-9A65-A338061C9904

Deixe uma resposta

X