CANCLINI, Néstor. A sociedade sem relato: Antropologia e Estética da Iminência


Na ausência de relatos totalizadores, o que fazer com aquilo para o que as pessoas não encontram respostas? Esta é uma das questões que dão a dimensão da potência da busca analítica proposta por Néstor García Canclini. É no entrecruzamento das práticas e teorias sociais com o trabalho artístico e as teorias estéticas que o autor empreende uma nova cartografia da percepção e da sensibilidade, interrogando vigorosamente as condições de produção da arte no início do século XXI, os meios de compreendê-la e as práticas.
Nº de Páginas:  264
Editora: 
EDUSP
Ano: 
2012

 


Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

One thought on “CANCLINI, Néstor. A sociedade sem relato: Antropologia e Estética da Iminência