Episódio 6

Após questionar a sua carreira, Carlota decide seguir na vida acadêmica e fazer doutorado em física.  Num encontro com amigas, elas compartilham as realidades de seus mundos e percebem que os problemas e preconceitos que Carlota vive na academia ocorrem também em diversas outras carreiras. Carlota se prepara para fazer um pós-doutorado e aplica para uma vaga na Universidade de Harvard, com uma pesquisadora que pode ajudá-la a prosseguir em sua ideia de pesquisa inovadora. Será que a carreira de Carlota vai decolar?

Artigos usados para embasar a discussão neste episódio:

Artigos científicos sobre Efeito Tesoura 

 

A perda de representatividade feminina ocorre mesmo antes da escolha da carreira

 

E continua no decorrer da carreira de física

 

  • Elisa Baggio Saitovich, Betina Lima e Marcia C. Barbosa,  Mulheres na Física: por que tão poucas?, In: Mulheres na Física, Elisa M. B. Saitovirch, Renata Z. Funchal, Marcia C. B. Barbosa, Suani R. R. de Pinho e Ademir E. Santana, Organizadores, Livraria da Física, São Paulo, 2015.

 

A presença de mulheres diminui quando organizações se tornam mais poderosas

 

  • Roberta Peixoto Arêas da Silva, Carolina Andréa Nodari, Manoel Cardoso, Ademir E. Santana and Marcia C. Barbosa, “Misogyny in Brazilian Federal Government Agencies for Science and High-Education “ , Anais da Academia Brasileira de Ciências (2021)

 

A diminuição do percentual de mulheres está em todos as áreas da ciência

 

  • Roberta Arêas, Alice R. de P. Abreu, Ademir E. Santana, Marcia C. Barbosa  and Carlos Nobre, “Gender and the scissors graph of Brazilian science: from equality to invisibility “, https://osf.io/m6eb4
  • Roberta Arêas, Alice Abreu., Carlos Nobre,  Marcia C. Barbosa and Ademir E. Santana, “Androcentrism in the Scientific Field: Brazilian Systems of Graduate Studies, Science and Technology as a case study”, https://osf.io/8x2uz

 

Um degrau a mais na escada: as mulheres perdem espaço ao passar para o  nível máximo da carreira acadêmica, que é a Academia Brasileira de Ciências

  • Nathália C Ferrari, Raquel Martell, Daniela H. Okido, Grasiele Romanzini, Viviane Magnan, Marcia Barbosa e Carolina Brito, “Geographic and Gender Diversity in the Brazilian Academy of Sciences”, An. Acad. Bras. Ciênc.,  v.90 no.2 (2018)

 

Reportagens, sites, podcasts e relatórios

 

O efeito tesoura é universal, ocorrendo em todas as carreiras e em todos os países do mundo que temos medidas. Alguns exemplos:

 

No mundo corporativo

 

Nas artes

 

Na  economia

 

Efeito tesoura na Europa

 

Efeito tesoura na comunidade de física brasileira

 

 

Algumas causas do efeito tesoura 

 

Estereótipos de gênero, perda de autoestima (episódios 01 e 02), preconceito implícito  (episódio 03), assédio (episódio 04)  são também causas do efeito tesoura. Abaixo destacamos outras causas que não foram ainda referenciadas em episódios anteriores:

 

As mulheres são responsáveis por trabalhos domésticos e de cuidado, os quais em muitos casos não são levados em conta na economia formal

 

 

 

Acompanhe nossas redes sociais

A ciência feita por todos e para todos