Arquivo da tag: foliculo linfoide secundário

Hiperplasia

– Aumento do número de células em um órgão ou tecido em resposta a um estímulo.

– Só pode acontecer em tecidos que possuem células capazes de divisão.

– Pode ser fisiológica ou patológica.

– Pode ser resultante de proliferação de células maduras pela ação de hormônio de crescimento ou produção de novas células a partir de células-tronco teciduais.

Exemplo:

HIPERPLASIA LINFOIDE FOLICULAR

– Aumento benigno do tecido linfoide por estímulo antigênico.

– Arquitetura do linfonodo preservada.

-Folículos secundários (originados dos folículos primários que desenvolveram centros germinativos) com tamanhos e formatos variáveis.

– Centros germinativos apresentando linfócitos B, além de centrócitos (pequenos e clivados), centroblastos (grandes e com nucléolos), macrófagos com corpos tingíveis e mitoses.

– Zona do manto composta por linfócitos B circundando centros germinativos nos folículos secundários.

– Paracórtex composto predominantemente por linfócitos T.

– Imunohistoquímica: centro germinativo bcl-2 negativo, CD-10 positivo; folículo formado por linfócitos B CD20 positivos circundado por linfócitos T CD3 positivos.

Observe as imagens a seguir:

hiperplasia3
HE, 5X.

 

LN
Linfonodo, HE 5X.
HIPERPL4
Linfonodo, HE 10X.

 

 

LN parte

 

Linfonodo, HE10X
Linfonodo, HE10X

centro germinativo2

hiperplasia1
Linfonodo HE 10X.

 

 

hiperplasia2
Linfonodo HE 100X.

 

 

Continue lendo Hiperplasia