Da memória ao ensino de História:uma abordagem crítica do regionalismo gaúcho na sala de aula

Jocelito Zalla

Colégio de Aplicação – Universidade Federal do Rio Grande do Sul

O presente artigo pretende apontar os principais resultados do projeto “Entre identidade e estereótipo: gauchismo, memória pública regional e ensino de História”, uma pesquisa-ação desenvolvida no Colégio de Aplicação da UFRGS, no biênio 2011/2012. A metodologia empregada implicou na construção de ciclos de estudos sequenciais a partir da análise contínua das práticas docentes, visando à sua transformação e à construção, de forma crítica e historiográfica, de um currículo sobre a temática do regionalismo gaúcho. Com a ação se mostrou ser possível o distanciamento dos discursos folcloristas, tomando-se a memória pública e o modelo hegemônico de identidade regional no Rio Grande do Sul como objeto de estudo e análise. Através de uma história das representações históricas do Rio Grande, construiu-se instrumental cognitivo e reflexivo aplicável a outros contextos e problemas culturais, como os conceitos e noções de memória, história, História, cultura, tradição, identidade, estereótipo, monumento, documento, representação, gênero, classe e etnia.

Palavras-chave: Ensino de História, memória, identidade, gauchismo, regionalismo

DOWNLOAD Da memória ao ensino de História (235 downloads)

Para repensar a região: uma proposta de ensino integrado de Geografia e História

Jocelito Zalla [1]

Maíra Suertegaray Rossato [2]

Revista Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 25, n. 2, p. 133-161, jul./dez. 2012.

Resumo

Frente à atualidade do debate sobre identidades nacionais e regionais, propomos, neste trabalho, a análise de uma ação de ensino integrada de Geografi a e História, realizada no CAp-UFRGS, que pretendeu traduzir em novas estratégias e abordagens didáticas os conhecimentos acadêmicos sobre a construção da ideia de região e da figura do gaúcho tradicional no Rio Grande do Sul. Para tanto, também tecemos um breve balanço do desenvolvimento teórico do conceito de região nos meios especializados e um rápido histórico da produção do mito do gaúcho pampiano no estado. Os resultados da ação mostram ser possível utilizar a temática para construir, com os estudantes, conceitos interdisciplinares (como fronteira, nação, região, estereótipo), desnaturalizando na sala de aula uma identidade que se apresenta como fixa e essencialista e fomentando a           tolerância e o respeito à diversidade cultural.

Palavras-chave: Região; Identidade; Educação; Geografia; História.

DOWNLOAD Ensino Integrado Geografia e História (506 downloads)

 

[1] Mestre em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Docente do
Departamento de Humanidades do Colégio de Aplicação-UFRGS, professor de
História do Projeto Amora. E-mail: zallaj@hotmail.com.
[2] Doutora em Geografi a pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Docente
do Departamento de Humanidades do Colégio de Aplicação-UFRGS, professora
de Geografia do Projeto Amora. E-mail: mairasuerte@gmail.com.