A infância no encontro com a arte contemporânea: potencialidades para a educação, de Carini DELAVALD.


O presente estudo investiga de que modo a experiência com a arte contemporânea pode contribuir para a formação e, desse modo, enriquecer o processo educativo da pequena infância. É sustentado por um referencial multidisciplinar, baseando-se na sociologia da infância (Corsaro, Sarmento), filosofia (Nietzsche, Larrosa), estudos sobre arte contemporânea (Archer, Millet, Loponte) e formação ético-estética (Hermann, Pereira). Como objetivo busca-se interpretar quais as potencialidades para a formação que emergem da experiência de crianças, entre 4 e 5 anos, com a arte contemporânea e o seu significado para a educação da pequena infância. Trata-se de uma investigação de abordagem qualitativa com metodologia voltada a investigação com crianças pequenas fundamentando-se nas perspectivas da sociologia e antropologia da infância. Como métodos, foram utilizados a observação, registros audiovisuais e fotográficos, além de um diário de campo. Para o estudo, foram realizados 20 encontros, entre abril e agosto de 2012, com crianças de uma escola de educação infantil localizada na zona urbana de Porto Alegre. Os encontros foram realizados na escola, sendo um deles voltado à visitação de exposição de arte contemporânea no Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS). As crianças conversavam sobre criações de artistas contemporâneos como Laura Lima, Vik Muniz, Regina Silveira entre outros conhecidos por meio da visita ao museu. O estudo destaca que o encontro com a arte contemporânea, ao manifestar o não habitual, o estranho e o diferente, pode acionar modos de ler, pensar, imaginar, sentir e de ver a si e o mundo. Além disso, apresenta as potencialidades para a formação no que diz respeito à ampliação do espectro imaginativo, a mobilização de sensibilidades, da criação e possibilidades de ampliação de visões de mundo, assim como aponta para a relação de receptividade das crianças frente às criações contemporâneas. Ao demonstrar as possibilidades observadas na investigação, o estudo dá forças às discussões acerca da articulação entre arte e educação e pode mobilizar educadores a proporcionar experiências mais significativas potencializadas pelo encontro com a arte contemporânea na educação infantil.

Leia a dissertação completa aqui.

DELAVALD, Carini. A infância no encontro com a arte contemporânea: potencialidades para a educação, 2013.


One thought on “A infância no encontro com a arte contemporânea: potencialidades para a educação, de Carini DELAVALD.

Os comentários estão fechados.