Laboratórios

O Departamento de Engenharia Química da UFRGS dispõe de infraestrutura laboratorial, computacional e plantas-piloto, oferecendo recursos necessários para a realização de trabalhos teóricos e experimentais, existindo uma forte integração com o setor industrial, especialmente com os Pólos Petroquímicos do Sul e Nordeste e Petrobras (CENPES/REFAP). Além disso, conta com o apoio de diversas bibliotecas, de um centro de supercomputação, de uma central analítica e forte parceria com a fundação de ciência e tecnologia do estado do Rio Grande do Sul.

A infraestrutura dos laboratórios e os recursos de informática do departamento foram fortalecidos graças às ações do corpo docente do DEQUI, que tem se empenhado para captar recursos através de projetos que possibilitem a melhoria do ensino de graduação e pós-graduação, bem como a capacitação e ampliação das atividades de pesquisa.

Os laboratórios seguem listados a seguir.

SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/central-analitica/

A Central Analítica é um setor de análise de materiais e substâncias químicas direcionado para o ensino e pesquisa em nível de graduação e pós-graduação com o intuito de formar estudantes altamente qualificados no Departamento de Engenharia Química (DEQUI) e, eventualmente, de outros Departamentos e Unidades da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O laboratório conta com 1 cromatógrafo líquido de alta eficiência (HPLC), 1 cromatógrafo a gás, 1 espectrômetro de massa, 1 espectrofotômetro UV-visível, purificador de água classe I, banho de ultrassom, 1 termobalança e analisador de Carbono Orgânico Total (TOC).

No ano de 2011, com recursos do Edital Pró-Equipamentos da CAPES, foi adquirido um HPLC/MS (cromatógrafo líquido de alta eficiência com espectrômetro de massa).

Coordenação: Jorge Otávio Trierweiler e Marcelo Farenzena
SITE: http://www.ufrgs.br/dequi-labs/gimscop

Uma das principais características do GIMSCOP é sua forte integração com empresas. O GIMSCOP conta com 5 salas de pesquisa e os laboratórios LACIP e BIOMICRO, além de uma sala para reuniões (Sala CENPES).

SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/labeq/

Neste laboratório são realizadas as práticas das disciplinas de graduação de Laboratório de Engenharia Química I e II do curso de Engenharia Química e de Laboratório de Fenômenos de Transporte do curso de Engenharia de Alimentos. Também são feitas algumas práticas demonstrativas nas disciplinas teóricas de Introdução aos Fenômenos de Transporte, Transferência de Quantidade de Movimento e Fenômenos de Transporte A.

Coordenador: Jorge Otávio Trierweiler
SITE
: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lacip/

O LACIP tem por objetivo propor soluções o desenvolvimento e controle de unidades industriais.

O laboratório possui três plantas didáticas de controle de processos acessadas via Internet e um sistema de 3 reatores CSTR e 1 tubular com nove possíveis configurações, além de vários dispositivos portáteis de medidas e toda infraestrutura computacional para operar os equipamentos (computadores, placas de aquisição de dados, controladores lógicos programáveis, etc.). Adicionalmente, encontra-se em fase final de instalação um sistema de controle industrial, SDCD (sistema digital de controle distribuído) da METSON doado pela Braskem / Unib (antiga COPESUL). Este sistema permitirá que todas as plantas do laboratório possam ser acessadas e controladas através deste sistema de controle industrial. Todos os dados de planta coletados com este sistema serão armazenados através do sistema PI da OSI. Este sistema é um dos padrões industriais para o armazenamento de dados de planta. O GIMSCOP possui um conjunto de licenças deste software que foram doados pela empresa OSI.

Coordenador: Mariliz Gutterres Soares
SITE
: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lacouro/

No LACOURO são desenvolvidos trabalhos com os fins de aprimorar os conhecimentos sobre materiais de colagênio e pele animal, natural e transformada, e caracterizar os produtos obtidos de couro e outros derivados da cadeia produtiva.

Este laboratório possui duas unidades: um laboratório de desenvolvimento químico e aplicação em couro e um laboratório analítico.

A infraestrutura do laboratório consta de sistemas de bancada para preparação de corpos-de-prova a partir de pó-de-pele, peles e couros; aparelhagem para ensaios analíticos químicos e físicos de couro; fulões em escala piloto e bancada; extrator Soxhlet, aparelhos para determinação de nitrogênio proteico, balança de umidade, titulador automático, analisadores de cromo, cálcio, sulfetos e cinzas, matéria volátil.

Coordenação: Liliane Damaris Pollo e Aline Schiling Cassini
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/ladenmp

Áreas de atuação:

  • desenvolvimento de membranas poliméricas e inorgânicas para separação de compostos com tamanhos moleculares próximos, tanto líquidos como gasosos;
  • desenvolvimento de novos materiais para utilização como membranas em processos de separação de líquidos e gases.​

Coordenador: Nilo Sérgio Medeiros Cardozo
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lafca/

Esse laboratório tem como objetivo propiciar um ambiente adequado para a análise e o desenvolvimento de modelos de processos de engenharia química.

Coordenador: Marla Azário Lansarin
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/laret/

O LARET possui unidades de reatores de bancada para o estudo, caracterização e desenvolvimento de catalisadores e análise de reações químicas de interesse industrial. O LARET também faz uso da Central Analítica do PPGEQ/UFRGS, de uso comum.

Coordenador: Isabel Cristina Tessaro
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lasem/

O LASEM foi criado em 1996. Neste laboratório são realizadas pesquisas relacionadas ao desenvolvimento de processos de separação com membranas (PSM) para as mais diferentes aplicações com o objetivo de melhorar os processos existentes, agregando valor e qualidade aos produtos obtidos. Todas as pesquisas têm uma preocupação com o meio ambiente e com a qualidade de vida das pessoas.

Entre as principais aplicações destacam-se: concentração e fracionamento das proteínas do soro de leite, tratamento de águas e efluentes em geral visando o reuso e a remoção de poluentes emergentes, remoção de CO2 do gás natural, concentração de sucos e extração de compostos bioativos de resíduos sólidos, desalcoolização de bebidas, entre outros.

Este laboratório está equipado com diversas unidades de bancada e piloto para realização de experimentos de micro, ultra e nanofiltração, osmose inversa, osmose direta, permeação de gases, pervaporação, eletrodiálise, biorreatores com membranas, além de toda infraestrutura necessária para a realização de análises e preparo de soluções.

Coordenador: Liliana Amaral Feris
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lasop/

Laboratório destinado ao estudo de operações unitárias de separação de fases homogêneas. Processos de sorção (adsorção e absorção), extração sólido-líquido, extração líquido-líquido e destilação são estudados experimentalmente.

O laboratório conta com equipamento agitador de Wagner para estudos de adsorção em bancada e Planta Piloto de Adsorção para desenvolvimento de pesquisas em escala piloto com efluentes sintéticos e industriais. Ainda, uma coluna de destilação promove o estudo da interação líquido-vapor.

Coordenador: Isabel Cristina Tessaro
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/latem/

Esse laboratório foi criado em 2015 em função da grande demanda por pesquisas que buscam encontrar polímeros alternativos em substituição ao plástico comum proveniente de fontes não renováveis, e de membranas para diversas aplicações.

O LATEM possui infraestrutura para a realização de pesquisas de desenvolvimento de embalagens a partir de materiais e resíduos agroindustriais para diferentes aplicações.

Na área de membranas, no LATEM são pesquisadas técnicas de fabricação e modificação de membranas a partir de polímeros tecnológicos e/ou biopolímeros, buscando desenvolver tecnologia nacional para diminuir a dependência de produtos importados. As membranas são desenvolvidas para aplicações específicas tais como permeação de gases, osmose direta, tratamento de águas e efluentes, eletrodos para células combustível e o desenvolvimento e funcionalização de scaffolds para aplicação na engenharia tecidual utilizando polímeros biodegradáveis e eletrofiação.

Este laboratório está equipado com equipamento de electrospinning, eletroforese, extrusora tripla para fabricação de fibras ocas, prensa com controle de pressão e temperatura, estufas e câmaras com controle de umidade, além de toda infraestrutura necessária para a realização de análises e preparo de soluções.

Coordenador: Nilo Sérgio Medeiros Cardozo
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/latep/

As atividades desenvolvidas neste laboratório têm como objetivos:

  1. o desenvolvimento de tecnologia e de ferramentas que facilitem a análise e a modificação de operações de produção e processamento de polímeros;
  2. a análise da relação estrutura-propriedades em diferentes sistemas poliméricos, envolvendo homopolímeros, copolímeros, blendas e compostos;
  3. a adaptação e desenvolvimento de tecnologias para a minimização e reaproveitamento de resíduos poliméricos em base numa visão global do problema ambiental (rejeitos sólidos e líquidos);
  4. a formação de profissionais capazes de atuar nas áreas de produção e transformação de polímeros e de gestão de resíduos poliméricos.

O LATEP possui: dois Reômetros Rotacionais Ares (AdvancedRheometricExpansion System), 1 Reator de polimerização em fase gás e líquida, 1 Viscosímetro capilar e 1 Plastômetro modular CEAST, com medidas de inchamento.

Coordenador: Ligia Damasceno Ferreira Marczak
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/latepa/

O LATEPA desenvolve pesquisas através da aplicação de Fenômenos de Transporte ao processamento de alimentos.

Criado no último triênio, este laboratório se consolidou rapidamente e já possui uma boa infraestrutura, adequada às diferentes pesquisas em processamento de alimentos. Dentre os equipamentos disponíveis, podem-se citar unidades de micro e ultrafiltração para a separação de constituintes de diferentes alimentos, liofilizador, ultrafreezer, DSC (calorímetro diferencial de varredura), módulo de destilação osmótica, aparato de desidratação osmótica e sistema de aquecimento ôhmico e refratômetro.

Vale salientar que deve ser somada à infraestrutura do LATEPA a infraestrutura do Laboratório de Engenharia de Processos em Alimentos (LEPA) e Laboratório de Secagem Instituto de Ciência e Tecnologia de Alimentos (ICTA) da UFRGS uma vez que muitas pesquisas nesta área estão sendo realizadas de forma conjunta.

SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lateq/

Neste laboratório são realizadas pesquisas multidisciplinares envolvendo as quatro linhas de pesquisa do PPGEQ. O laboratório conta com estufas, muflas, phmetros, condutivímetros, balanças analíticas, sistema para análise de DBO, entre outros equipamentos multi-usuários.

Coordenador: Nilson Romeu Marcilio
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lpr/

Este laboratório tem por objetivo o desenvolvimento de tecnologias ambientalmente viáveis para o processamento de resíduos. Possui um incinerador de bancada com reator de leito fluidizado e um incinerador de bancada com reator de leito fixo, além dos equipamentos necessários para o tratamento de sistemas de particulados. Também dispõe de unidades piloto para incineração de resíduos sólidos em leitos fixo e fluidizado e um equipamento portátil para análise de gases. Além destes, possui 1 extrator Dean Stark, 1 analisador Orsat, 1 cromatógrafo a gás acoplado com espectrômetro de massa.

Coordenação: Paula Bettio Staudt e Rafael de Pelegrini Soares
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/lvpp/

Criado em 2008, no LVPP são desenvolvidos métodos para a predição de propriedades de misturas de interesse industrial. Códigos computacionais são criados em diferentes linguagens de programação, principalmente Java, C e C++. De interesse particular é o desenvolvimento e aprimoramento de modelos do tipo COSMO-RS. O LVPP foi o primeiro laboratório brasileiro a publicar aprimoramentos para esta categoria de modelos, em 2010.

O laboratório conta com cerca de 10 computadores de alto desempenho. Havendo necessidade de maior poder computacional, clusters do CESUP (Centro Nacional de Supercomputação) são utilizados.

Coordenador: André Rodrigues Muniz
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/napsig/

A área de pesquisa principal é Ciência de Materiais Computacional, focada especialmente em Nanomateriais. Mais especificamente, o grupo aplica métodos computacionais do estado da arte (clássicos e quânticos, como simulações de Dinâmica Molecular e cálculos baseados na Teoria do Funcional da Densidade) para a determinação da estrutura e propriedades físicas de nanomateriais, a exploração do comportamento destes em aplicações tecnológicas, e no desenvolvimento de novas nanoestruturas com propriedades físicas e estruturais diferenciadas e ajustáveis para diferentes fins.

Coordenador: Oscar William Perez Lopez
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/procat/

O PROCAT tem como objetivo a pesquisa e o desenvolvimento de processos catalíticos através de uma análise integrada dos fenômenos que ocorrem em escala molecular, microscópica e macroscópica.

O laboratório possui uma unidade para preparação de catalisadores por coprecipitação/impregnação, três (3) unidades para análise cromatográfica em linha para avaliação de atividade catalítica (P moderadas), unidade para avaliação de catalítica em altas pressões e unidade de caracterização multipropósito.

Coordenador: Marcio Schwaab
SITE: https://www.ufrgs.br/dequi-labs/tacapelab/

As atividades de pesquisa deste laboratório visam desenvolvimento e a aplicação de ferramentas computacionais no estudo de processos da área da Engenharia Química, em particular em Processos Catalíticos e de Adsorção. São realizadas atividades a nível laboratorial, para a aquisição de dados experimentais, e a nível computacional, para o tratamento matemático/estatístico dos dados experimentais.

As atividades são divididas em quatro linhas de pesquisa:

  • Estimação de Parâmetros e Planejamento de Experimentos;
  • Modelagem de Processos de Adsorção;
  • Modelagem de Processos Catalíticos;
  • Modelagem, Simulação e Otimização de Processos.

Coordenador: chefe do DEQUI

Laboratório equipado com computadores de uso preferencial pelos alunos de graduação e eventualmente pelos alunos de pós-graduação.

Coordenador: chefe do DEQUI

Sala de aula equipada com computadores e projetor multimídia interativo utilizada para aulas computacionais da graduação e pós-graduação. Também é eventualmente utilizada para ministrar cursos que envolvam o uso de computadores.