Laboratório de Paleovertebrados

Um pouco de nossa história

O Laboratório de Paleovertebrados da UFRGS teve sua origem no final dos anos 1960 e início dos anos 1970, com a criação do curso de Pós-Graduação em Geociências (PPGGeo) em 1968 e com a volta do paleontólogo Dr. Carlos de Paula Couto a Porto Alegre, após ter trabalhado por muitos anos no Museu Nacional (UFRJ). Paula-Couto foi convidado para lecionar no PPGGeo pelo professor Dr. Irajá Damiani Pinto, um dos fundadores do programa. Outra figura fundamental no processo da consolidação da linha de pesquisa de Paleontologia de Vertebrados no PPGGeo foi o professor Dr. Mário Costa Barberena que, influenciado por Llewellyn Ivor Price, começou a trabalhar com os vertebrados do Triássico sul-rio-grandense e lecionou nos cursos de graduação e pós-graduação da UFRGS. A partir do final dos anos 1970 houve a expansão da coleção de vertebrados fósseis da UFRGS, muitos dos quais foram coletados pelo Padre Daniel Cargnin, do município de Santa Maria, e preparados por Valdor Ochagavia da Costa e Valmir Pereira da Silva. A partir de então, ocorreu uma diversificação nos temas de pesquisa, com o ingresso na equipe da Dra. Dina Celeste de Araújo, que passou a trabalhar (e orientar alunos) em estudos de tetrápodes do Permiano gaúcho. Já na década de 1990, todas as instalações do Instituto de Geociências foram transferidas para o Câmpus do Vale e o Laboratório de Paleovertebrados ganhou novas instalações, onde permanece até hoje. Além disso, neste momento, após a aposentadoria da Profa. Dina, ingressou no Laboratório o Dr. Cesar Leandro Schultz, que passou a lecionar nos cursos de graduação em Biociências e Geociências, além do PPGGeo. Os professores Barberena e Schultz orientaram dezenas de estudantes que hoje formam boa parte do corpo de pesquisadores de vertebrados fósseis no Brasil. Em 2001, com o afastamento por motivo de doença,do prof. Barberena, o Dr. Eliseu Vieira Dias atuou como professor substituto no Departamento de Paleontologia e Estratigrafia e no Laboratório de Paleovertebrados, assim como o Dr. Sérgio Dias da Silva (em dois períodos não contínuos entre 2001 e 2004) , até que a vaga do Prof. Barberena foi efetivamente preenchida com o ingresso da Dra. Marina Bento Soares, que ocupou este posto entre 2005 e 2018. Os anos 2000 também trouxeram consigo a parceria da UFRGS com o renomado paleontólogo argentino Dr. José Fernando Bonaparte, que foi contratado como Pesquisador Visitante entre 2002 e 2006 e realizou sua pesquisa neste Laboratório. Desde o ano de 2020, o Laboratório de Paleovertebrados possui um novo membro, o Dr. Heitor Francischini, que veio a substituir a professora Marina Bento Soares, que agora é pesquisadora no Museu Nacional da UFRJ.

Responsáveis:

Dr. Cesar Leandro Schultz (cesar.schultz@ufrgs.br)

Dr. Heitor Francischini (heitor.francischini@ufrgs.br)

Contato:

Telefone: (51) 3308-6385

E-mail: paleovert.ufrgs@gmail.com