Entre{dobras}lugares da pesquisa na formação de professores de artes visuais: as contribuições da Pesquisa Baseada em Arte na Educação para ampliação de relações entre visualidade e conhecimento, de Sonia Tramujas Vasconcellos


Este estudo investigativo se nutre de inquietações e desejos relacionados à pesquisa no ensino superior e seus efeitos na formação e atuação do professor de Artes Visuais, apresentando possibilidades e desafios de uso de procedimentos artísticos nas investigações educacionais, mais especificamente da abordagem investigativa denominada Pesquisa Educacional Baseada em Arte na educação (PEBA), do inglês Art-Based Educational Research (ABER). O caminho-método desta tese se compõe de reflexões e indagações sobre o conceito contemporâneo de professor e de pesquisa e as implicações nas práticas de investigação em educação e ensino de arte com o intuito de tensionar a distinção entre o conhecimento científico hegemônico e outros saberes formativos, apresentando os pressupostos da PEBA e suas possibilidades de ampliação das relações entre prática artística e novas formas de produção de conhecimento. A escolha para explicitar e fundamentar esses argumentos envolve apontamentos sobre a pesquisa na universidade, na formação de professores e as relações e tensões com o conceito de professor reflexivo. A discussão de aspectos do curso de Licenciatura em Artes Visuais inclui o espaço-lugar de atuação da pesquisadora, demarcando também conflitos entre o ensino de arte e a leitura de imagem na escola. Em seguida adentra o campo do conhecimento científico, dos paradigmas dominantes, dos espaços de fronteira e seus saberes emergentes com o intuito de delinear o amplo campo da pesquisa qualitativa, de enfoque pós-modernista, e as características da Pesquisa Baseada em Arte e seus usos na educação. Apresentam-se impressões iniciais da pesquisadora sobre a PEBA, amparadas por leituras e experiências em cursos de formação no Brasil e adensadas e transformadas pelo estágio de doutoramento realizado na Northern Illinois University com apoio do professor Dr. Richard Siegesmund, defensor e crítico deste tipo de abordagem de investigação. O cenário em vivência construído sobre esta abordagem de pesquisa é confrontado com características percebidas e o que permanece ausente, tendo como base de análise uma pesquisa de doutorado premiada nos Estados Unidos em 2014 e também os debates ocorridos em recentes congressos realizados na península Ibérica sobre a pesquisa artística e a baseada em arte. Delineiam-se ao final da tese as contribuições da PEBA para a formação do professor de Artes Visuais pela inserção de práticas artísticas como processo e como produto da investigação, agregando outras formas de construção e de produção de conhecimento e possibilitando uma posse mais autoral e crítica de discursos visuais.

Texto completo disponível aqui

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>