Indígenas no RS

ALTMANN, Lori. Memória, identidade e um espaço de conflito – A comunidade de Nova Teutônia no contexto de disputa por terra com uma comunidade indígena. Doutorado em Teologia. Escola Superior de Teologia, EST. 2007.

BAGOLIN, Darni Pillar. O indígena na República Velha: as instituições de “proteção” no Rio Grande do Sul. Dissertação de Mestrado em História. Universidade de Passo Fundo. 2009.

BARÃO, Vanderlise Machado. Escola indígena e o poder de estado: construção de uma identidade ética entre os MBYÁ Guarani. Porto Alegre, 2005.   Diss. (Mestrado em História) – PUCRS, Fac. de Filosofia e Ciências Humanas.

BARBOSA, Fidélis Dalcin. Luís Bugre: o índigena diante dos imigrantes alemães. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brin, 1977.

BASINI RODRÍGUEZ, Jose Exequiel. Estratégias econômicas políticas e religiosas na mito-praxis mbya-guarani. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social,  Porto Alegre, 1999. [BSCSH/UFRGS]

BECKER, Itala Basile. O índio kaingang no Rio Grande do Sul. São Leopoldo: Unisinos, 1995.

BRAGA, Márcio André. Os selvagens da província: índios, brancos e a política indigenista no Rio Grande do Sul entre 1834 e 1868. 2006. 166 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2006. Disponível: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/000015/00001530.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os Guaranis: índios do sul: religião, resistência e adaptação. Estudos Avançados, São Paulo: Instituto de estudos Avançados, v.4, n.10, p.53-109, 1990.

BRINGMANN, Sandor Fernando. Índios, Colonos e Fazendeiros: Conflitos Interculturais e Resistência Kaingang nas Terras Altas do Rio Grande do Sul (1829-1860). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Santa Catarina. 2010.

BURD, Rafael. De alferes a corregedor: a trajetória de Sepé Tiaraju durante a demarcação de limites na América Meridional – 1752/1761. 2012. 152 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/62024>. Acesso em: 04/10/2015.

COPÉ, Silvia M. Os lugares do sagrado e do profano nos Campos de Cima da Serra: estudo comparativo entre os sítios de Bom Jesus e Pinhal da Serra/RS. In: Anita Licks Carvalho; Elga Trindade Prestes; Gesmar Borges; Véra Lucia Maciel Barroso. (Org.). Raízes de Cambará do Sul. 1ed. Porto Alegre: EST, 2008, v. , p. 248-259.

CORSO, Dulce Maria. Os índios kaingáng no norte do Rio Grande do Sul e a “Reserva do Ligeiro”. Monografia. Curso de Geografia do Instituto de Ciências Exatas e Geociências da Universidade de Passo Fundo.[GEO/UFRGS]

DIAS, Adriana S. Novas Perguntas para um velho problema: escolhas tecnológicas como índices para o estudo de fronteiras e identidades sociais no registro arqueológico. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 2, p. 59-76, 2007.

DIAS, Adriana S. Arqueologia Guarani: Territorialidade e Cultura Material. In: Walter Fagundes Morales e Flávia Prado Moi. (Org.). Tempos Ancestrais. 1ed. São Paulo: AnnaBlume, 2012, v. , p. 119-158.

DORNELES, Soraia Sales. De Coroados A Kaingangs: as experiências vividas por indígenas num contexto de colonização – Rio Grande do Sul- Século XIX. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2011.

FLORES, Moacyr. A transmigração dos guaranis para a Aldeia de Nossa Senhora dos Anjos. In: Anais do II Simpósio Estadual sobre cultura Gravataiense: Gravataí: do êxodo à composição étnica. Gravataí: Secretaria de Educação e Cultura, 1990.

FRANCISCO, Aline Ramos. Selvagens e intrusos em seu próprio território: a expropriação do território Jê no Sul do Brasil (1808-1875). 2006. 212 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2006. Disponível em: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/tede/selvagens%20e%20intrusos.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

GADELHA, Regina A. F. Missões Guaranis: impacto na sociedade contemporânea. São Paulo: EDUC, 1999.

GARCIA, Elisa Frühau. As diversas formas de ser do índio: políticas indígenas e políticas indigenistas no extremo sul da América Portuguesa. Niterói, PPG-História/UFF, Tese de Doutorado, 2007.

GARCIA, Elisa Frühauf. A integração das populações indígenas nos povoados coloniais no Rio Grande de São Pedro: legislação, etnicidade e trabalho. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2003.

GOLIN, Tau. Etnocídio e herança indígena. Passo Fundo: EDIUPF, 1999. 50 p. (Textos Jornalísticos)

GOLIN, Tau. Sepé Tiarajú. Porto Alegre: Tchê, 1985. 89 p. (Esses Gaúchos23)

KÜHN, Fábio. O “governo dos Índios”: notas sobre a população da aldeia guarani missioneira de Nossa Senhora dos Anjos (1770-1779). In: XII Jornadas Internacionales sobre las Misiones Jesuíticas (Anais), 2008, Buenos Aires.

KÜHN, Fábio. Breve História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Leitura XXI, 2004.

LAC, Flávia. O Turismo e os Kaingang na Terra Indígena de Iraí. Mestrado em Antropologia Social. Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba: 2005.

LAC, Flávia. A cultura e o resgate da cultura: os Kaingang de Iraí enquanto tourees In: 25º Reunião Brasileira de Antropologia. Goiânia 2006. v.1.

LAC, Flávia. O Encontro dos Kaingang de Iraí e Turistas: Construções Simbólicas e Práticas In: IV Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul / III Seminário da ANPTUR – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo (Anais). Caxias do Sul, 2006.

LANGER, Protásio Paulo. A Aldeia de Nossa Senhora dos Anjos: A resistência do Guarani-Missioneiro ao processo de dominação do sistema colonial luso (1762-1798). Porto Alegre: EST, 1997.

LANGER, Protásio Paulo. Os Guarani-Missioneiros e o Colonialismo Luso no Brasil Meridional, Projetos Civilizatórios e Faces da Identidade Étnica (1750-1798). Porto Alegre, Martins Livreiro, 2005.

LAROQUE, Luiz Fernando da Silva. Fronteiras Geográficas, étnicas e culturais envolvendo os Kaingang no sul do Brasil. São Leopoldo: IAP, 2007, v.1  342p.

MARCON, Telmo. História e Cultura Kaingang no Sul do Brasil. Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo, 1994. [BSCSH/UFRGS]

MELO, Karina Moreira Ribeiro da Silva e. A aldeia de São Nicolau do Rio Pardo: histórias vividas por índios guaranis (séculos XVIII-XIX). 2011. 150 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/56071>. Acesso em: 04/10/2015.

NEIS, Ruben. A Aldeia de Nossa Senhora dos Anjos. In: Gravataí: História e Cultura. Gravataí, Secretaria Municipal de Educação e Cultura, 1987, p. 70-99.

NEUMANN, Eduardo Santos. Fronteira e identidade: confrontos luso-guarani na Banda Oriental 1680-1757, Revista Complutense de História da América. Madri, 2000. n.26.

NEUMANN, Eduardo Santos. Mientras volaban correos por los pueblos: autogoverno e práticas letradas nas Missões Guarani – século XVIII. Horizontes Antroplógicos. Porto Alegre, 2004. ano10, n.22, p.93-119, jul./dez. 2004.

NEUMANN, Eduardo Santos. O trabalho guarani missioneiro no rio da Prata colonial, 1640-1750. Porto Alegre: Martins livreiro, 1996.

NEUMANN, Eduardo Santos. Práticas letradas guarani: produção e usos da escrita indígena (séculos XVII e XVIII). Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em História. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2005.

NEUMANN, Mariana Araújo. Ñade Rekó: Diferentes Jeitos de Ser Guarani. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2008.

NÖTZOLD, Ana Lucia Vulfe, BRINGMANN, Sandor Fernando. O Cacique Doble na visão das autoridades provinciais sul-riograndenses (Século XIX). Cadernos do CEOM. v. 23, n. 32, jun. 2010. p. 15-38.

ORÇO, Claudio Luiz. Educação indígena: fronteiras culturais e inclusão social: análise da terra indígena Xapecó.2008. 129 f.: Dissertação (Mestrado em História) — Universidade de Passo Fundo, 2008.

QUADROS, Ezeula Lima de. A defesa do modo de ser Guarani: o caso de Caaró e Pirapó, em 1628. 2001. ix, 149 p. Dissertação (Mestrado) — Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Pós-Graduação em História

SALDANHA, José Rodrigo Pereira. Selvagens, barbárie e colonos: coletivos indígenas kaingang e o choque com a civilização no Sul do Brasil Meridional contemporâneo. 2015. 517 f. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/114458>. Acesso em: 19/09/2015.

SANTOS, Corcino de Medeiros dos. O índio e a civilização cristã ocidental: a aldeia de Nossa Senhora dos Anjos de Gravataí. In: Gravataí; do êxodo à composição étnica. Gravataí, Secretaria Municipal de Educação e Cultura, 1990.

SANTOS, Daiane Amaral dos. Práticas e táticas de um fazer econômico: os Kaingang do setor Pedra Lisa – TI Guarita. 2011. 122 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2012. Disponível em: <http://w3.ufsm.br/ppgcsociais/images/dissertacoes/2009/Dissertao%20-%20Daiane%20Amaral.pdf>. Acesso em: 02/10/2015.

SCHUCH, Maria Eunice Jardim. O índio enquanto etnia: etno-história dos Xaray e Chané alto-paraguaienses. Estudos Leopoldenses, São Leopoldo, v. 31, n. 143 , p. 109-124, 1995.

SILVA, Sergio Baptista da. Etnoarqueologia dos grafismos Kaingang: um modelo para a compreensão das sociedades Proto-Jê meridionais. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

SILVA, Sergio Baptista da. O Sítio Arqueológico da Praia da Tapera: um assentamento Itararé e Tupiguarani. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1989.

SIRTORI, Bruna. Entre a cruz, a espada, a senzala e a aldeia. Hierarquias sociais em uma área periférica do Antigo Regime (1765-1784). Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: Programa de Pós-graduação em História Social. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

SOARES, Mariana de Andrade. “A lição da borboleta“: o processo de (re)construção da etnicidade indígena na região do Alto Jacuí no Rio Grande do Sul. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Porto Alegre, BR-RS, 2001. [BSCSF/UFRGS]

SOARES, Mariana de Andrade. Caminhos para viver o Mbya Reko: estudo antropológico do contato interétnico e de políticas públicas de etnodesenvolvimento a partir de pesquisa etnográfica junto a coletivos Guarani no Rio Grande do Sul. 2012. 320 f. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/54094>. Acesso em: 02/10/2015.

SOUZA, José Otávio Catafesto de. 300 anos da Redução Jesuítica de Santo Ângelo Custódio. Santo Ângelo: custódia do “patrimônio missioneiro” e conflitos de identidade étnica na “capital” dos Sete Povos. Santo Ângelo: EDIURI, 2007.

SOUZA, José Otávio Catafesto de. A pesquisa de fontes da etno-história indígena no RS: notícias prévias. Véritas. Porto Alegre, 1991. p. 413-421. [CENTRAL/PUCRS]

SOUZA, José Otávio Catafesto de. Aos “Fantasmas das Brenhas”: etnografia, invisibilidade e etnicidade de populações originárias no sul do Brasil (tese de doutorado). Porto Alegre: PPGAS/UFRGS, 1998.

SOUZA, José Otávio Catafesto de. Uma introdução ao sistema técnico-econômico guarani. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Porto Alegre, BR-RS, 1987. [BSCSH/UFRGS]

VERGARA, Antonio Gabriel. Invisibilidade/visibilidade: O guarani pré-colonial em Gravataí. 2012. 120 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012. Disponível em: <http://guaiaca.ufpel.edu.br/handle/123456789/2158>. Acesso em: 18/09/2015.

VIDART, Daniel. El mundo de los charrúas. Montevideo: Ediciones de la Banda Oriental,2006.

WILDE, Guillhermo. Antropologia histórica del liderazgo Guaraní misionero (1750/1850). Tese (Doutorado) – Faculdad de Filosofia e Letras, Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, 2003.

WILDE, Guillhermo. Los guaraníes después de la expulsión de los jesuitas: dinámicas políticas y transaciones simbólicas. Revista Complutense de Hist. de América, Madrid, n.27, p. 69-106, 2001.

ZWETSCH, Roberto Ervino; PREZIA, Benedito; VEIGA, Juracilda; D’ANGELIS, Wilmar. Kaingang: Confrontação cultural e identidade étnica. 1. ed. São Paulo: UNIMEP, 1994.