Negros no RS

Sociedade Filosofia Negra, Revista do Globo, n. 178, 14.mar.1936, p. 53

Para produções até 2007, recomenda-se ver também XAVIER, Regina Célia Lima (org.). História da Escravidão e da Liberdade no Brasil Meridional: guia bibliográfico. Porto Alegre: UFRGS, 2007.

ADÃO, Jorge Manoel. O negro e a educação: movimento e política no Estado do Rio Grande do Sul: 1987-2001. Porto Alegre, 2002. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação. PPG em Educação, UFRGS, 2002. [EDU/UFRGS]

ALVES, Nereidy Rosa. Projeto Cultural o Povo Negro no Sul. 130 anos da Sociedade Floresta Aurora, 2002: Porto Alegre, ARI, 2002.p.08.

AMARO, Luiz Carlos. MAESTRI, Mário. (orgs.). Afro-brasileiros: história e realidade. Porto Alegre: EST, 2005.

ANJOS, José Carlos G.; SILVA, S. B. São Miguel e Rincão dos Martimianos: ancestralidade negra e direitos territoriais. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2004.

ASSUMPÇÃO, Euzébio (org.). Nós, os afro-gaúchos. 2 ed. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1998. [BC/UFRGS]

ASSUMPÇÃO, José Euzébio. Idade, sexo, ocupação e nacionalidade dos escravos charqueadores (1780-1888). Estudos ibero-americanos. I Simpósio Gaúcho sobre Escravidão Negra. Porto Alegre: PUCRS, XVI (1, 2), 1990.

ASSUMPÇÃO, José Euzébio. Pelotas: escravidão e charqueadas: 1780-1888. Dissertação de Mesterado. PUCRS, Porto Alegre: 1985.

BAKOS, Margaret M. Considerações em torno do protesto do escravo negro no Rio Grande do Sul (1870-1888) Estudos Econômicos, São Paulo, 18, p. 167-179, 1988.

BAKOS, Margaret M. Historiografia: pesquisa e ensino de história sobre afro-descendentes. História: debates e tendências. Revista do Programa de Pós-Graduação em História. Universidade de Passo Fundo. Vol. 1, n. 1, (jun. 1999).

BAKOS, Margaret Marchiori. Escravismo e abolição no RS. Porto Alegre: Mercado aberto,1982.

BAKOS, Margaret Marchiori. Repensando o processo abolicionista sul-riograndense. Revista de Estudos Ibero-Americanos. Porto Alegre: PPGH-PUCRS, 1988.

BARCELLOS, Daisy Macedo de. CHAGAS, Miriam de F.. FERNANDES, Mariana B. [et al.]. Comunidade negra do Morro Alto: historicidade, identidade e territorialidade. Porto Alegre: UFRGS, 2004.

BARCELLOS, Daisy Macedo de. Família e ascensão social de negros em Porto Alegre. Rio de Janeiro, 1996. Tese de doutorado. Museu Nacional. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social. Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1996. [BSCSH/UFRGS]

BARRERAS, Maria José Lanziotti. Dario de Bittencourt (1901-1974) – Uma incursão pela política autoritária gaúcha. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1998.

BENITES, Jonas André de Oliveira. Possibilidades de (re)construção de identificações afro-brasileiras frente às dinâmicas da pós-modernidade. 2008. Dissertação (Mestrado) — Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

BENTO, Cláudio Moreira. O negro e descendentes na sociedade do Rio Grande do Sul (1635-1975). Porto Alegre: Grafosul, Instituto Estadual do Livro, 1976.

BERND, Zilá. BAKOS, Margaret M. O negro: consciência e trabalho. Porto Alegre: UFRGS, 1991.

BITENCOURT JR., Yosvaldir Carvalho. As Escolas de Comunicação Social como instrumento de desconstrução do racismo e discriminação racial. O Negro na Mídia – A invisibilidade da Cor. Porto Alegre: Ed. Sindicato dos Jornalistas do RS. 2005, p. 65-76.

BITTENCOURT JR., Yosvaldir. A Esquina do Zaire: Territorialidade negra urbana em Porto Alegre. In: LEITE, Ilka Boaventura (org.). Negros no sul do Brasil: invisibilidade e territorialidade.  Florianópolis: Letras Contemporâneas, 1996. p. 215-225.

BORBA, Carolina A. Territorialidade Quilombola: O Direito Étnico Sobre a Terra na Comunidade de Rincão dos Martimianos – RS. Dissertação de Mestrado (Desenvolvimento Rural, UFRGS), 2008.

BRAGA, Reginaldo Gil. Música e Modernidade Religiosa entre Tamboreiros de Nação: concepções e práticas musicas em uma tradição percussiva do extremo sul do Brasil. (Tese de Doutorado). Porto Alegre, PPG em Música da UFRGS, 2003.

CAMPOS, Deivison Moacir Cezar. O Grupo Palmares (1971-1978): Um movimento negro de subversão e resistência pela construção de um novo espaço social e simbólico. Dissertação de Mestrado, 2006, PUCRS.

CARDOSO, Fernando H. Capitalismo e escravidão no Brasil Meridional. São Paulo: Difel, 1962.

CARLE, Claudio B.  História do pensamento arqueológico em relação aos sítios de assentamentos negros. Revista História (UNICRUZ), v. 8, p. 15-28, 2007

CARLE, C. B. A organização espacial de assentamentos de africanos e descedentes no Rio Grande do Sul, nos séculos XVIII e XIX. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em História. PUCRS. 2005. Tese de Doutoramento.

CARVALHO, Ana Paula Comin de. O “Planeta” dos negros no mundo dos brancos: estudo sobre a manutenção e atualização das fronteiras étnicas de uma comunidade negra na cidade de Canoas/RS. Dissertação de mestrado, PPGAS/UFRGS: Porto Alegre, 2003.

CHAGAS, Miriam de Fátima. Reconhecimento de direitos face aos (des)dobramentos da história: um estudo antropológico sobre territórios de quilombos. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2005.

CLEMENTE, Elvo e BARBOSA, Eni. Carlos Santos, uma biografia. Porto Alegre, PUCRS,1995.

CORREA, Sílvio Marcus de S. Minoria étnica no Brasil meridional: um estudo de caso sobre os afro-brasileiros.. Ethnos Brasil, 2005.

CORREA, Sílvio Marcus de Souza. Práticas Aristocráticas e Lazeres Burgueses de um “Príncipe Negro” na República Velha. 4° Encontro de  Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, Curitiba, ano 2009.

DARONCO, Leandro Jorge. Campos esquecidos: experiências sociais de cativeiro em uma zona rural e fronteiriça (Norte-Noroeste do Rio Grande do Sul: 1840-1888). 2012. 446 f. Tese (Doutorado em História) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2012. Disponível em: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/000000/0000008D.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

FERREIRA, Antônio Mário. (org.). Na própria pele: os negros no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: CORAG/Secretaria de Estado da Cultura, 2000.

FIABANI, Adelmir. Mato, palhoça e pilão: o quilombo, da escravidão às comunidades remanescentes [1532-2004]. 2004. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-graduação em História.  Universidade de Passo Fundo.

FLORES, Moacyr. Negros na Revolução Farroupilha: traição em Porongos e farsa em Ponche Verde. Porto Alegre: EST, 2004.

GEHLEN, Ivaldo. SILVA, Marta B. SANTOS, Simone R. dos. Diversidade e proteção social: estudos quanti-qualitativos das Populações de Porto Alegre: afro-brasileiros; crianças, adolescentes e adultos em situação de rua; coletivos indígenas; remanescentes de quilombos. Porto Alegre: Century, 2008.

GERMANO, Iris Graciela. Rio Grande do Sul, Brasil e Etiópia: os negros e o carnaval de Porto Alegre nas décadas de 30 e 40. 278 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós- Graduação em História, UFRGS, Porto Alegre, 1999.

GIULIANNI, Sílvia M. F. Comunidade local e desenvolvimento regional: a migração dos afro-brasileiros de São Miguel (RS). Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade de Santa Cruz do Sul. 2004.

GOMES, Arilson dos Santos. Primeiro Congresso Nacional do Negro Brasileiro realizado em Porto Alegre no ano de 1958. Porto Alegre: VI Congresso Internacional de Estudos Ibero-Americanos –PUCRS, 2006.

GOMES, Arilson dos Santos. Idéias Negras em Movimento. III Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional. Florianópolis/SC. São Leopoldo: OIKOS, 2007. p. 78-79.

GOMES, Arilson dos Santos. Laços em família, laços em sociedade: Carlos Santos e a questão negra. In: Margaret Marchiori Bakos. (Org.). Escritas íntimas, tempo e lugares de memória: a documentação pessoal como fonte para a história. 1ed.Porto Alegre: Editora Palier, 2008, p. 31-46.

GOMES, Arilson dos Santos. A formação de Oásis: dos movimentos frentenegrinos ao Primeiro Congresso Nacional do Negro em Porto Alegre – RS (1931-1958). Mestrado em História. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, 2008.

GOMES, Arilson Santos. Oásis e Desertos no Brasil: Da Frente Negra Brasileira aos congressos nacionais sobre a temática afro-brasileira e negra. Acervo (Rio de Janeiro), v. 22, p. 131-146, 2010.

GOMES, Arilson dos Santos. O universo das gentes do mar e a identidade negra nos discursos e práticas políticas de Carlos Santos (1959-1974). 2014. 597 f. Tese (Doutorado em História) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: <http://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/6803>. Acesso em: 03/10/2015.

GOMES, Fabrício Romani. Sob a Proteção da Princesa e de São Benedito: Identidade Étnica,associativismo, e projetos num clube negro em Caxias (1934-1988). Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós- Graduação em História da Unisinos, São Leopoldo. 2008.

GRELLMANN, Renata Salvati. Identidade étnica afro-brasileira no ambiente escolar: reflexos da voz docente. 2012. 112 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Santa Cruz do Sul, Santa Cruz do Sul, 2012. Disponível em: <http://repositorio.unisc.br/jspui/handle/11624/764>. Acesso em: 02/10/2015.

GUTERRES, Liliane Stanicuaski. Sou Imperador até morrer: um estudo sobre identidade, tempo e sociabilidade em uma Escola de Samba de Porto Alegre. Porto Alegre, 1996. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, UFRGS, 1996. [BSCSH/UFRGS]

HAERTER, Leandro. Uma Etnografia na Comunidade Negra Rural Cerro das Velhas: memória coletiva, ancestralidade escrava e território como elementos de sua auto-identificação quilombola. 2010. 146 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2010. Disponível em: <http://guaiaca.ufpel.edu.br/handle/123456789/1589>. Acesso em: 18/09/2015.

JESUS. Nara Regina Dubois de. Clubes sociais negros em Porto Alegre – RS: a análise do processo de recrutamento para a direção das associações Satélite Prontidão e Floresta Aurora, trajetórias e a questão da identidade racial. Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Dissertação. 2005.

KERSTING, Eduardo Henrique de Oliveira. Negros e a modernidade urbana em Porto Alegre: a Colônia Africana (1890-1920). Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós- Graduação em História, UFRGS, Porto Alegre, 1998.

LAUREANO, Marisa Antunes. A última vontade: em memória de uma preta forra chamada Rosa Maria. ANAIS da III Jornada de Estudos Afro-Brasileiros – Caderno de Resumos. Porto Alegre: Memorial do RS, 2006, p.17.

LECHAT, N.M.P. (Org.). A Questao do Negro no Noroeste Gaucho. 1 ed. Ijuí: UNIJUI EDITORA, 1997.

LEITE, Ilka Boaventura (org.). Negros no Sul do Brasil: invisibilidade e territorialidade. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 1996.

LIMA, Solimar O. Triste pampa: resistência e punição de escravos em judiciais no Rio Grande do Sul: 1818-1833. Porto Alegre: IEL/PUCRS, 1997.

LONER, Beatriz Ana. Negros: Organização e Luta em Pelotas. História em Revista. Pelotas, RS: Núcleo de Documentação Histórica; Editora Universitária/UFPel, v. 5, 1999.

MAESTRI, Mário (Coord.). O negro e o gaúcho: estâncias e fazendas no Rio Grande do Sul, Uruguai e Brasil. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2008. 271 p.

MAESTRI, Mário. O escravo gaúcho: resistência e trabalho. Porto Alegre: UFRGS, 1993.

MAESTRI, Mário. O negro e o imaginário étnico gaúcho. In: Diversidade étnica e identidade gaúcha. Santa Cruz do Sul: Editora da UNISC, 1994. p. 129-140. [BSCSH/UFRGS, CENTRAL/PUCRS, UNISC, UCS]

MAESTRI, Mário. Quilombos e quilombolas em terras gaúchas. Porto Alegre: Ed. Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, [19–]. 103 p.

MAGALHÃES, Magna Lima. Entre a preteza e a brancura brilha o Cruzeiro do Sul: associativismo e identidade negra em uma localidade teuto-brasileira (Novo Hamburgo/RS). 2010. 213 f. Tese (Doutorado) – Universidade Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2010. Disponível em: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/tede/MagnaMagalhaesHistoria.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

MAGALHÃES, Magna Lima. Negras Memórias: a trajetória da Sociedade Cruzeiro do Sul. In: NUNES, Margarete Fagundes (org.). Diversidade e Políticas Afirmativas: diálogos e intercursos. Novo Hamburgo: Feevale, 2005,p.117-133.

MARQUES, Olavo Ramalho. Etnografia da Avenida Luís Guaranha: Memória, Territorialidade e Identidade Étnica na cidade de Porto Alegre no Rio Grande do Sul. Revista URBANITAS, Ano 2, Vol 2, 03 de dezembro de 2005.

MATTOS, Jane Rocha de. (Org.). Museus e Africanidades. 1ed. Porto Alegre: EDIJUC, 2013.

MATTOS, Jane Rocha de. “Que arraial que nada, aquilo lá é um areal”: O Areal da Baronesa: Imaginário e História (1879-1921). Mestrado em história. PPGH-PUCRS, Porto Alegre, 2000.

MELLO, Marco Antonio Lirio de. A construção dos afro-brasileiros. In: Porto & vírgula. Porto Alegre Vol. 4, n. 29 (nov. 1996),

MELLO, Marco Antônio Lírio de. Reviras, Batuques e Carnavais: a cultura de resistência dos escravos em Pelotas. Pelotas: UFPel, 1994.

MOREIRA, Paulo Roberto Staudt, CARVALHO, Daniela Vallandro, VARGAS, Jonas Moreira e SANTOS, Sherol. Entre irmandades e Palácios: a trajetória de um Negro Devoto e Burocrata (o caso Aurélio Viríssimo de Bittencourt – 1848-1919). In: V Mostra de Pesquisa APERS – Produzindo História a partir de fontes primárias. Porto Alegre: CORAG, 2007.p.169-180.

MOREIRA, Paulo Roberto Staudt. Feiticeitos, venenos e batuques: religiosidade negra no espaço urbano (Porto Alegre – século XIX). In: GRIJÓ, L. A. et all. Capítulos de História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. p. 147-177.

MOREIRA, Paulo Roberto Staudt. Os cativos e os Homens de Bem – Experiências Negras no Espaço Urbano – 1858-1888. Porto Alegre: EST, 2003.

MOREIRA, Paulo Roberto Staudt. Uma Parda Infância: Nascimento, primeiras letras e outras vivências de uma criança negra numa vila fronteiriça (Aurélio Viríssimo de Bittencourt / Jaguarão, século XIX). 4° Encontro de Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, Curitiba, 2009.

MÜLLER, Liane Suzan. “As contas do meu rosário são balas de artilharia” – Irmandade, jornal e sociedades negras em Porto Alegre 1889-1920. 253 f. Dissertação de Mestrado, PUCRS. Porto Alegre, 1999.

NUNES, Margarete Fagundes. O negro no mundo alemão: cidade, memória e ações afirmativas no tempo da globalização. Doutorado em Antropologia Social. UFSC, 2009 [sobre RS]

OLIVEIRA, Renata Saldanha. Cativos Julgados: experiências sociais escravas de autonomia, sobrevivência e liberdade em Cachoeira do Sul. Segunda Metade do século XIX. 2013. 155 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013. Disponível em: <http://200.18.45.28/sites/ppgh/mestrado/images/pdf/Dissertacao-Renata-Oliveira.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

OLIVEIRA, Vinicius Pereira. De Manoel Congo a Manoel de Paula. Um africano ladino em  terras meridionais. Porto Alegre: EST, 2006.

OLIVEN, Ruben George. A invisibilidade social e simbólica do negro no Rio Grande do Sul. In: Negros no sul do Brasil: invisibilidade e territorialidade. [Florianópolis] : Letras Contemporâneas, 1996.

ORO, A. P.; BEM, Daniel Francisco de. A discriminação contra as religiões afro-brasileiras: ontem e hoje. Ciências e Letras (Porto Alegre), v. 44, p. 301-318, 2008.

ORO, Ari P. Axé Mercosul: as religiões afro-brasileiras nos países do Prata. Petrópolis: Vozes, 1999.

ORO, Ari Pedro. Religiões afro-brasileiras: religiões multiétnicas. In: Fronteiras da cultura: horizontes e territórios da antropologia na América latina. Porto Alegre: Editora da Universidade, 1993. p. 78-91. [BSCSH/UFRGS, EDU/UFRGS]

PEREIRA, Jair Luiz. Identidade e Desenvolvimento Regional: o caso de uma comunidade afro-brasileira no Vale do Rio Pardo (RS). 2005. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) – Universidade de Santa Cruz do Sul.

PEREIRA, Lúcia Regina Brito Pereira. Cultura e Afro-descendência: Organizações Negras e suas estratégias educacionais em Porto Alegre (1872-2002). Tese de Doutorado defendida no Programa de Pós-graduação em História da PUCRS, 2008.

PEREIRA, Lúcia Regina Brito Pereira. Estratégias Negras e Educação. Porto Alegre: VI Congresso Internacional de Estudos Ibero-Americanos – PUCRS,2006.

PEREIRA, Lúcia Regina; AMARO, Luiz Carlos; MAESTRI, Mário e NASH, Peter (orgs.). Negras histórias no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: GT Negros ANPUH/RS, FAPERGS, 2002

PESAVENTO, Sandra Jatahy. A emergência dos subalternos.  Porto Alegre: Editora da UFRGS, FAPERGS, 1989. [BSCSH/UFRGS, BC/UFRGS, CENTRAL/PUCRS]

PETIZ, Silmei de Santana. Buscando a Liberdade. Passo Fundo: UPF, 2006.

PINTO, Natália Garcia. Experiências de parentesco, escravidão e liberdade em Pelotas, 1830/1850. 2012. 250 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2012. Disponível em: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/tede/NataliaGarciaPinto.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

POLVORA, Jacqueline Britto. A Sagração do cotidiano: estudo de sociabilidade em um grupo de batuqueiros de Porto Alegre/RS. Porto Alegre, 1994.  Dissertação de mestrado. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, UFRGS, 1994. [BSCSH/UFRGS]

QUEVEDO, Julio; DUTRA, Maria Rita Py. (Org.). Nas trilhas da Negritude: Consciência e Afirmação. 1 ed. Porto Alegre: Martins Livreiro, 2007, v. 1, p. 155-170.

RAMOS, João Daniel Dorneles. Identidade quilombola: mobilização política e manifestações culturais em Beco dos Colodianos, Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2011.

SANTOS, Guarani. O que ler sobre o negro no Rio Grande do Sul: fontes para pesquisa histórica. Porto Alegre: Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, [s/d].

SANTOS, Guarani. A violência branca sobre o negro no Rio Grande do Sul (1725-1889). 2 ed. Livraria Ponto Negro Brasileiro, 1990.

SANTOS, Irene (org.). Negro em Preto e Branco: história fotográfica da população negra de Porto Alegre. Porto Alegre: Do Autor, 2005.

SANTOS, Isabel Silveira dos. Abram-se as Cortinas: Representações Étnico-raciais e Pedagogias do Palco no Teatro de Arthur Rocha. Mestrado em Educação. Universidade Luterana do Brasil, ULBRA. 2009

SANTOS, José Antônio dos. Diáspora Africana: paraíso perdido ou terra prometida In: Macedo, José Rivair (org.) Desvendo a História da África. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2008.

SANTOS, José Antônio dos. Raiou “A Alvorada”: Intelectuais negros e imprensa, Pelotas (1907-1957). 195 f. Dissertação, 2000, UFF.

SANTOS, Kelly da Silva Moraes. Política cultural: uma análise sobre a cultura política do movimento negro em Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2012.

SANTOS, Sherol dos. Apesar do cativeiro: Família escrava em Santo Antônio da Patrulha (1773-1824). Programa de Pós-Graduação em História. UNISINOS. 2009. Dissertação de Mestrado.

SANTOS, Tavama Nunes. A trajetória da S.R.B. Estado Maior da Restinga na constituição da identidade do bairro Restinga em Porto Alegre. Mestrado em História. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS. 2011.

SCHERER, Jovani de Souza. Experiências de busca da liberdade: alforria e comunidade africana em Rio Grande, séc. XIX. 2008. 193 f. Dissertação (Mestrado em História) – Universidade Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2008. Disponível em: <http://biblioteca.asav.org.br/vinculos/tede/experiencias%20de%20busca.pdf>. Acesso em: 16/09/2015.

SEFFNER, Fernando (org.). Presença negra no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Unidade Editorial, Prefeitura de Porto Alegre, 1995. (Cadernos Porto & Vírgula, 11). [BSCSH/UFRGS, NPH/UFRGS]

SILVA, Fernanda Oliveira da. Os negros, a constituição de espaços para os seus e o entrelaçamento desses espaços: associações e identidades negras em Pelotas (1820-1943). Porto Alegre: PUCRS, 2011. Dissertação (mestrado em História).

SILVA, Gilberto F. SANTOS, José A. dos. CARNEIRO, Luiz Carlos da C. (orgs.). RS NEGRO: cartografias sobre a produção do conhecimento. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008.

SILVA, Josiane Abrunhosa da. Bambas da Orgia: um estudo sobre o carnaval de rua de Porto Alegre, seus carnavalescos e os territórios negros. Porto Alegre, 1993. Dissertação de mestrado. PPG em Antropologia Social, UFRGS, 1993. BSCSH/UFRGS

SILVA, Róger Costa da. Muzungas: consumo e manuseio de químicas por escravos e libertos no Rio Grande do Sul (1828-1888). Pelotas: EDUCAT, 2001.

SILVA, Sarah Calvi Amaral. Reflexões sobre intelectuais, lideranças negras e os lugares sociais dos afro-descendentes no período pós-abolição. XI Encontro Estadual de História. Anais Eletrônicos. Universidade Federal de Rio Grande. ANPUH-RS. jul. 2012. p. 993-1007.

SILVA, Vera Rodrigues da. De ´Gente da Barragem´ à ´Quilombo Anastácia´: Um estudo antropológico sobre o processo de etnogênese em uma comunidade quilombola no município de Viamão/RS. 2006. Dissertação (Mestrado em PPGAS) – UFRGS.

SILVEIRA, José Francisco dos Santos. A participação dos negros na Revolução Farroupilha. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em PDE) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. 2010.

TANCCINI, Thaís. Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Porto Alegre: entre a destruição e a preservação patrimonial. Trabalho de Conclusão de Curso. Licenciatura em História. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2008

TRIUMPHO, Vera (org.). Rio Grande do Sul: aspectos da negritude. Porto Alegre: Martins Livreiro, 1991.

VECCHIA, Agostinho Dalla. Os Filhos da Escravidão. Memória dos descendentes de escravos da região meridional do Rio Grande do Sul. -Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. 1992.

WEBER, Regina. Quando negros e brancos se encontram nas fábricas das regiões coloniais. História: Debates e Tendências. Revista do Programa de Pós-Graduação em História. Passo Fundo: Editora UPF. v. 4, n. 1, jul. 2003. p.73-79. [BSCSH/UFRGS]

WEIMER, Rodrigo de Azevedo. Os nomes da liberdade: experiências de autonomia e práticas de nomeação em um município da serra-riograndense nas últimas duas décadas do século XIX. 317f. Dissertação (Mestrado em História). Unisinos, São Leopoldo, 2007. [WEIMER, Rodrigo de Azevedo. Os nomes da liberdade. Ex-escravos na serra gaúcha no pós-abolição. São Leopoldo: Oikos / Editora da Unisinos, 2008.]

WEIMER, Rodrigo de Azevedo. Migrações rural-urbanas entre descendentes de escravos no litoral do Rio Grande do Sul em meados do século XX. História UNISINOS, v. 15, p. 14-22, 2011.

WEIMER, Rodrigo de Azevedo. Ser moreno, ser negro: memórias de experiências de racialização no litoral norte do Rio Grande do Sul no século XX. Estudos Históricos (Rio de Janeiro), v. 26, p. 409-428, 2014.

ZARTH, Paulo A. O Negro na sociedade escravista do sul. Revista. Contexto e educação. v. 3, p. 45- 60, 1988.

ZUBARAN, Maria Angélica. Comemorações da Liberdade: lugares de memórias negras diaspóricas. Anos 90, Porto Alegre, v. 15, n. 27, p. 161-187, jul. 2008.