Projetos da FCE têm vagas para bolsistas de extensão

A Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS concedeu bolsas para diversos projetos da Faculdade de Ciências Econômicas. Em toda a Universidade, foram contempladas 331 atividades e disponibilizadas 550 bolsas.

As vagas são destinadas a alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. Para participar, é necessário contatar os responsáveis pelos projetos escolhidos, conforme as áreas de interesse dos estudantes. As bolsas têm valor de R$ 400. As oportunidades disponíveis na FCE estão listadas abaixo:

 

Projeto Docente Bolsas
Diagnósticos Municipal – equipe Plageder Daniela Dias Kuhn 1
Educação fiscal e cidadania – 7ª edição Rosa Ângela Chieza 1
Encontro de saberes: integração entre ensino, pesquisa e extensão 2019 Rumi Regina Kubo 2
Oficina de estudos estratégicos IX José Miguel Quedi Martins 2
Plageder: enlaces entre ensino e extensão Rumi Regina Kubo 2
Promeri – programa de mentoria para estudantes de relações internacionais Verônica Korber Gonçalves 1

 

O Programa de Bolsas da Extensão da UFRGS tem como objetivo contribuir para a formação acadêmica, profissional e cidadã dos estudantes de graduação, por meio da participação em atividades que promovam a interação entre a Universidade e os demais setores da sociedade. Periodicamente, a Pró-Reitoria de Extensão divulga chamadas à comunidade acadêmica, convidando servidores docentes e técnico-administrativos a proporem projetos para concorrerem às bolsas. Os editais são divulgados no site da Pró-Reitoria.

Estudante de Contábeis vence prêmio com artigo sobre auditoria externa contábil

A aluna da FCE Sabrina Thomazini Belochio conquistou o segundo lugar no Prêmio Transparência Universitário, com o artigo Auditoria externa contábil: o impacto causado pela profissão na vida pessoal dos auditores. O estudo é parte da pesquisa de conclusão de curso de Sabrina, sob a orientação da professora Maria de Lurdes Furno da Silva, do Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais da FCE.

Com o trabalho, Sabrina concluiu que “o impacto da profissão na qualidade de vida dos auditores é significativo, afetando, principalmente, o equilíbrio do tempo destinado à vida profissional e à vida pessoal”, explica. Segundo a estudante, os auditores, de modo geral, demonstram muita satisfação com a carreira, mas alguns desistem da área por questões ligadas à saúde e à família. A autora pretende divulgar esses resultados em uma publicação científica, por isso não pode fornecer detalhes sobre as descobertas.

Na FCE, Sabrina já concluiu todas as etapas obrigatórias da graduação em Ciências Contábeis, inclusive o TCC. A aluna de 24 anos agora se dedica apenas às disciplinas eletivas para completar o curso. A oportunidade de concorrer à premiação surgiu da ampliação da pesquisa de TCC de Sabrina, após a autora acrescentar novas informações e detalhar dados já existentes.

Sobre o Prêmio Transparência Universitário – A iniciativa é promovida pelo Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, o Ibracon, e está na oitava edição. O prêmio tem o objetivo de homenagear os estudantes que, por meio de suas pesquisas, contribuem para o reconhecimento da importância das áreas de Contabilidade e Auditoria Independente para a economia e a sociedade brasileira.

 

Foto: Comunicação/FCE

FCE lança primeira edição de fórum sobre Educação a Distância

Com o objetivo de possibilitar o compartilhamento de práticas relativas ao ensino à distância para graduação, pós-graduação e em cursos de extensão, a Faculdade de Ciências Econômicas lança o I Fórum EAD. O evento acontece no dia 23 de abril, às 17h, no auditório da Faculdade (Av. João Pessoa, 52 – Campus Centro).

A atividade é gratuita e destinada a professores e servidores técnico-administrativos, sem necessidade de inscrições prévias. Com a iniciativa, a Comissão de Educação à Distância da FCE pretende fomentar a disseminação de boas práticas e a divulgação de experiências bem-sucedidas de EAD na unidade, qualificando o aprendizado dos estudantes.

Mais informações sobre o evento pelo e-mail vivian.carravetta@ufrgs.br ou pelo telefone (51) 3308-3972.

Disponível novo volume da revista Conjuntura Austral

Foi publicada mais uma edição da revista Conjuntura Austral, produzida pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Estratégicos Internacionais da UFRGS (PPGEEI). O novo volume aborda a cooperação militar entre OTAN e Colômbia, as diferenças entre as políticas externas de Dilma Rousseff e de Michel Temer e o uso da rede social Twitter nas eleições dos EUA em 2016, entre outros assuntos. A edição completa da Conjuntura Austral pode ser acessada no site da revista.

A Conjuntura Austral é uma publicação em formato digital, de periodicidade trimestral, vinculada ao PPGEEI. A revista, de qualis B2, publica trabalhos de relações internacionais com foco nos países que integram o Hemisfério Sul, tendo como área geográfica de abrangência as relações da África, Ásia e América Latina, na perspectiva dos grandes temas da agenda de segurança, diplomacia e desenvolvimento.

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail conjunturaaustral@ufrgs.br ou pelos telefones 51 3308.3150 e 51 3308.3963.

Revista Desenvolvimento Rural Interdisciplinar recebe trabalhos

Com o objetivo de divulgar pesquisas e promover debates pertinentes à área de Desenvolvimento Rural, a revista científica Desenvolvimento Rural Interdisciplinar está com chamada aberta para artigos. As submissões podem ser realizadas pelo endereço https://seer.ufrgs.br/revpgdr.

O primeiro número, publicado em janeiro de 2019, apresenta trabalhos que abordam significados e valores associados ao modo de vida no campo, cooperativas de crédito solidárias, políticas públicas na área e integração na suinocultura gaúcha.

Outras informações sobre a Desenvolvimento Rural Interdisciplinar podem ser obtidas pelo site da revista, https://seer.ufrgs.br/revpgdr, pelo telefone 51 3308.4112, ou pelo e-mail daniela.kuhn@ufrgs.br.

Pesquisadores mapeiam práticas para geração de informações contábeis nas organizações

Camila de Oliveira e Ariel Behr

O Grupo de Pesquisa em Informação, Tecnologias e Educação em Contabilidade (GPITEC), vinculado à Faculdade de Ciências Econômicas, lançou um relatório técnico de pesquisa sobre os mecanismos de governança da informação contábil. O material, que está disponível para download gratuito aqui, apresenta as principais práticas que as empresas devem adotar para gerar informações contábeis úteis para os seus diversos públicos.

Listadas em ordem de importância, as práticas foram mapeadas a partir da técnica Delphi, um método de obtenção de consenso entre especialistas, explica o professor Ariel Behr, coordenador do grupo de pesquisa e um dos autores do relatório. “Para chegarmos a esses resultados, fomos muito rigorosos. Foram consultados mais de 20 especialistas das diversas áreas de atuação da contabilidade”, salienta Behr.

De acordo com o docente, a iniciativa contribui de maneira significativa para a atuação profissional dos contadores, que encontram no documento os principais mecanismos de geração de boas informações. O material também é útil para empresas em busca de informações sobre quais iniciativas podem ser adotadas com o objetivo de melhorar a atuação dos setores de contabilidade das organizações.

A pesquisa que deu origem ao relatório técnico integra o trabalho de mestrado da estudante Camila de Oliveira, sob orientação de Behr. A dissertação, intitulada Principais mecanismos de governança da informação contábil, foi defendida no Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade (PPGCONT) neste semestre.

Mais informações sobre o material ou sobre o Grupo de Pesquisa em Informação, Tecnologias e Educação em Contabilidade da FCE podem ser obtidas pelo e-mail gpitec@ufrgs.br.

 

Foto: divulgação

UFRGS é a universidade com a maior produção científica no Brasil fora do eixo Rio-São Paulo

Das 50 instituições que mais publicaram trabalhos científicos no Brasil nos últimos cinco anos, a UFRGS é a universidade com a maior produção acadêmica fora do eixo Rio-São Paulo. Os dados são de um levantamento compilado pela Clarivate Analytics a partir da base Web of Science, a pedido da Universidade de São Paulo.

Na lista geral, a UFRGS é a 5ª maior “fábrica de conhecimento” do país, atrás apenas das paulistas USP, Unesp e Unicamp e da carioca UFRJ. A relação inclui ainda as federais de Rio Grande, Pelotas e Santa Maria e o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) entre as organizações que mais produzem pesquisa no Brasil.

O estudo revela também que a listagem das 50 “fábricas de conhecimento” é composta por 43 universidades públicas, 5 institutos de pesquisa ligados ao governo federal (Embrapa, Fiocruz, CBPF, Inpa e Inpe), e um instituto federal de ensino técnico. Apenas uma entidade privada aparece na lista, a PUCPR.

 

Clique na imagem para abrir em tamanho maior

 

Brasileiros não percebem universidades como instituições de pesquisa

Os dados do levantamento da Clarivate Analytics contrastam com os resultados da última pesquisa sobre Percepção Pública da Ciência e Tecnologia no Brasil, realizada em 2015 pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). O estudo retrata um cenário em que as universidades não são percebidas pela população como instituições de pesquisa, apesar de serem elas as responsáveis pela maior parte da produção científica nacional.

De um total de quase 2 mil pessoas entrevistadas na pesquisa, apenas 13% souberam citar o nome de pelo menos uma instituição de pesquisa nacional. E entre essas poucas, apenas uma minoria citou o nome de alguma universidade. As instituições mais lembradas foram a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com 19% das citações, seguida da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Instituto Butantan.

Foto de destaque: Gustavo Diehl/UFRGS

 

*Com informações da Universidade de São Paulo

Disponível nova edição da revista Análise Econômica

Foi divulgada mais uma edição da revista Análise Econômica, que já está disponível na íntegra na página da publicação. O novo volume apresenta dez artigos de pesquisadores de diferentes universidades, trazendo discussões como novos fatores que afetam desempenho das exportações brasileiras, programas de transferência de renda e migração interna, análise de eficiência de gastos públicos em saúde, trabalho infantil e outras questões relevantes para o cenário econômico histórico e contemporâneo.

A Análise Econômica é uma publicação semestral que traz, em todos os seus números, contribuições originais de pesquisadores predominantemente de fora do Rio Grande do Sul. A revista busca disseminar o conhecimento na área de Economia por meio de trabalhos de qualidade, tendo como público-alvo professores, pesquisadores e alunos de graduação e de pós-graduação, e como objetivo a integração desse público e a troca de informações atuais referentes à Ciência Econômica.

São aceitos para publicação trabalhos originais, além de notas e comentários sucintos de artigos já publicados, bem como resenhas de livros e teses. A revista aceita trabalhos em português, inglês e espanhol, e utiliza o SEER, com submissões, pareceres e acompanhamento do processo editorial nesse sistema. Todas as edições estão disponíveis virtualmente com os artigos na íntegra.

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail rae@ufrgs.br ou pelo telefone 51 3308.3513.

Abertas inscrições para o curso de extensão do UFRGSMUN

O projeto UFRGS Model United Nations (UFRGSMUN) está recebendo inscrições para o seu curso de extensão de 2019, que tem início no dia 27 de abril. A ação é composta por um ciclo de palestras, workshops e minissimulações que proporcionam aos participantes exposições e debates sobre o Brasil, relações internacionais, direito internacional e carreiras internacionais.

As atividades acontecem no salão nobre da Faculdade de Direito da UFRGS, aos sábados, das 9h30min às 12h, a partir do dia 27 de abril, totalizando oito encontros e certificado de 20 horas complementares. O curso é aberto a estudantes de todos os cursos e instituições de ensino.

As inscrições devem ser realizadas por formulário disponibilizado pelo UFRGSMUN. Para participar do curso, o investimento é de R$ 75 e 1 kg de alimento para alunos da UFRGS, e de R$ 80 e 1 kg de alimento para estudantes de outras instituições.

O UFRGSMUN também oferece um edital de benefícios para aqueles que comprovarem hipossuficiência financeira. Para receber o benefício, o aluno deve estar matriculado em instituição de ensino pública ou privada e ser beneficiário do ProUni, da PRAE ou de organização equivalente. Mais detalhes podem ser consultados no edital. Os documentos devem ser enviados até o dia 20 de abril.

 

PROGRAMAÇÃO DO CURSO DE EXTENSÃO DO UFRGSMUN DE 2019

Palestras:
27 de abril – Evolução da política externa brasileira e os desafios atuais – Prof. Ana Regina Falkembach Simão (ESPM)
4 de maio – Relações internacionais contemporâneas da África e do Oriente Médio – Prof. Analucia Danilevicz Pereira (UFRGS)
11 de maio – A participação das mulheres nas cortes e tribunais internacionais – Prof. Laura Madrid Sartoretto

Workshops:
25 de maio – Relações internacionais e o futuro profissional:
– Jornalismo de guerra – Rodrigo Lopes (jornalista internacional do Grupo RBS);
– Carreira diplomática – Curso Clio (Damásio Educacional).
8 de junho – Simulações como ferramenta de ensino e empoderamento:
– Videoconferência com a diplomata Fernanda Graeff Marchry;
– Painel de modeleiras.

Minissimulações:
15 de junho – Conselho de direitos humanos: impactos humanitários das sanções unilaterais e multilaterais
22 de junho – Conferência de ministros e ministras da defesa das Américas: incorporação das mulheres nas forças armadas
29 de junho – United Nations Security Council: the palestinian situation

 

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail ufrgsmun@gmail.com e acompanhe as atividades na página do UFRGSMUN no Facebook.

DERI publica resultados de processo para promoção de professores

O Departamento de Economia e Relações Internacionais (DERI) divulgou os resultados do processo avaliativo para promoção à classe E, com denominação de professor titular da carreira do magistério superior, referente ao Edital 01/2019. As informações devem ser consultadas no documento de declaração publicado pelo departamento.

As atividades avaliativas ocorreram no dia 1 de abril, de acordo com o cronograma divulgado previamente pelo do DERI. Também pode ser consultada a publicação prévia das inscrições homologadas para participação no processo.

Para obter mais informações, entre em contato pelo e-mail deri@ufrgs.br ou pelo telefone 51 3308.3324.

 

Foto: Rochele Zandavalli/UFRGS