Institucional

Em 1970, criou-se o Instituto de Biociências a partir da união das cátedras das Ciências Básicas dos Cursos de Medicina, Farmácia, Odontologia, Enfermagem, Medicina Veterinária, Agronomia, Educação Física e as cátedras do antigo Instituto de Ciências Naturais ligadas à Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras.

A divisão do Instituto de Biociências foi aprovada em 1996, originando o Instituto de Ciências Básicas da Saúde; enquanto este passou a abrigar os departamentos da área médica, o Instituto de Biociências permaneceu com os departamentos ligados à área biológica. Tal fato contribuiu para a migração do Instituto de Biociências para o Campus do Vale.

Em suas instalações, o IBio abriga laboratórios didáticos e de pesquisa, laboratório de informática, herbário e biblioteca setorial.

O Instituto de Biociências é formado, atualmente, por seis departamentos: Botânica, Biologia Molecular e Biotecnologia, Ecologia, Biofísica, Genética e Zoologia. No ensino de graduação, oferece Bacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas com ênfases Ambiental, Molecular e Celular e Funcional; Bacharelado em Biotecnologia e Ciências Biológicas com ênfases em Biologia Marinha e Costeira e Gestão Ambiental Marinha e Costeira. Na pós-graduação, oferece mestrado e doutorado em quatro programas: Biologia Animal, Ecologia, Botânica e Genética e Biologia Molecular. Além de inúmeros projetos de extensão que se destinam a prestação de serviços, cursos de capacitação e formação e ações que contemplam demandas da comunidade em geral, destacando-se os que se relacionam com o meio ambiente e educação ambiental.

 

Missão: “O Instituto de Biociências tem por finalidade o desenvolvimento, por seus professores, alunos e servidores técnico-administrativos, de atividades de ensino, pesquisa e extensão na área das Ciências da Vida, e sua integração com as demais áreas do conhecimento”.