Análise do processo de reforma institucional da União Africana

Via CGTN Africa

Em janeiro de 2017, em Adis Abeba, durante a 28ª Cúpula dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana, foi lançado um programa de reforma institucional da organização continental, sob a liderança dos presidentes da Ruanda, Paul Kagame, da Guiné, Alpha Condé, e do Chade, Idris Deby, cujo objetivo é dotar a UA de capacidades técnicas, humanas, materiais e, principalmente, financeira, para dar respostas mais assertivas aos desafios  de segurança e de desenvolvimento no continente. Veja a análise do Talk Africa da rede de TV CGTN Africa desse processo de reforma.

Marrocos rompe relações diplomáticas com Irã

Via CGTN Africa

O governo do Marrocos anunciou nesta terça-feira (01/05) o rompimento de relações diplomáticas com o Irã, país ao qual acusa de armar e financiar, por meio do Hezbollah, combatentes da Frente Polisário. A organização luta pela independência do Saara Ocidental, ex-colônia espanhola cujo território é controlado pelo Marrocos desde 1975, apesar de diversos países terem reconhecido a independência. De acordo com o ministro de relações exteriores do Marrocos, Nasser Bourita, “existem provas e dados de que pelo menos um diplomata da embaixada do Irã na Argélia participou, durante pelo menos dois anos, como facilitador das relações entre Hezbollah e a Frente Polisário em ações destinadas a capacitar soldados separatistas saarauís em ações de guerrilha urbana e ataques contra o Reino do Marrocos”. Bourita negou que o rompimento tenha algo a ver com o conflito na Síria ou a situação no Oriente Médio em geral, e ressaltou que se deve a interesses estritamente bilaterais.

Leia mais aqui