Gana reabre escolas parcialmente após semanas de desligamento decorrente do COVID-19

Via: CGTN Africa

As escolas de Gana serão reabertas em parte, à medida que o país começar a reabrir gradualmente após um fechamento de uma semana com o objetivo de conter a propagação do COVID-19. Em um discurso televisionado na noite de domingo, a presidente do Gana, Nana Akufo-Addo, anunciou várias medidas destinadas a diminuir as restrições. As escolas do país da África Ocidental reabrirão suas portas para os alunos do último ano, programados para fazer seus últimos exames este ano. O chefe de Estado também anunciou uma redução parcial da proibição de reuniões públicas, permitindo agora a realização de conferências, oficinas, casamentos e atividades políticas, embora com a presença máxima de 100 pessoas observando as diretrizes de distanciamento social.

Leia mais aqui

Sudão rejeita proposta da Etiópia em acordo de mega barragem no Nilo

Via: Aljazeera

O Sudão rejeitou uma proposta etíope de assinar um acordo inicial que realça o preenchimento de uma mega-represa controversa, chamando seu vizinho a retomar as negociações intermediadas pelos Estados Unidos sobre o assunto. Na terça-feira (12/05), o primeiro-ministro do Sudão, Abdalla Hamdok, disse que se recusou a assinar um “acordo parcial” para o enchimento da barragem devido à falta de planejamento coordenado e questões “técnicas e jurídicas” pendentes que tratam dos “impactos ambientais e sociais” da barragem. Sudão e Egito temem que a disputada barragem de US $ 4,6 bilhões no Nilo prenda seus suprimentos essenciais de água assim que começar a ser abastecida em julho, conforme planejado pela Etiópia.

Leia mais aqui

Presidente Ramaphosa recebe médicos cubanos na África do Sul

Via: CGTN Africa

O presidente sul-africano Cyril Ramaphosa deu as boas-vindas a uma equipe de médicos especialistas cubanos em seu país para ajudar na luta contra o COVID-19. Os 217 especialistas chegaram ao país africano na segunda-feira a pedido do presidente Ramaphosa. A presidência disse que a equipe de profissionais de saúde é composta por epidemiologistas, bioestatísticos, especialistas em saúde pública, médicos de família e engenheiros de tecnologia da saúde. A África do Sul é o país mais afetado pelo continente pelo COVID-19, tendo registrado 4.546 casos e 87 mortes, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças da África.

Leia mais aqui