Arquivos mensais: janeiro 2019

Presidente de Burkina Faso nomeia novo primeiro ministro

Via Anadolu Agency

O presidente de Burkina Faso, Roch Marc Christian Kaboré, nomeou nesta segunda-feira (21/01), o ex-ministro da saúde no governo de Blaise Compaoré, Christophe Dabiré, como novo primeiro-ministro, após a renúncia de todo o Executivo na última sexta-feira (18/01). Dabiré sucederá no cargo Paul Kaba Thieba, que vinha sofrendo pressão por parte da oposição em função do aumento dos atentados terroristas no leste do país.

Leia mais aqui

Atentado terrorista no Quênia deixa mortos e feridos

Via Kenya Today

Um atentado terrorista a um complexo hoteleiro localizado no norte de Nairóbi, capital do Quênia, deixou ao menos 21 mortos e dezenas de feridos nesta terça-feira (15/01). O grupo al Shabaab reivindicou a autoria do ataque. Originário da Somália, o grupo surgiu em 2007, após a derrota militar da União das Cortes Islâmicas (UIC) pela Força de Defesa Nacional Etíope (ENDF), a qual contou com o apoio dos EUA. Após vários atentados de baixa intensidade na Somália, baseados em táticas de guerrilha e de terrorismo, o al Shabaab expandiu sua área de atuação para o restante da região do chifre africano, realizando, inclusive, atentados a bomba em Kampala, Uganda, em 2010, e em Nairóbi e Garissa, Quênia, em 2013 e 2015, respectivamente. A presença militar do Quênia no território somali desde 2011, no âmbito da Missão da União Africana na Somália (AMISOM), explica, em parte, o grande número de atentados do al Shabaab em solo queniano desde 2013.

Leia mais aqui

Tentativa de golpe de Estado no Gabão

Via Aljazeera

Na última segunda-feira (07/01), um grupo de militares tomou a rádio pública em Libreville, capital do Gabão, e anunciou a criação de um Conselho Nacional de Restauração. A mensagem, lida por um militar que se apresentou como Tenente Kelly Ondo Obiang, da Guarda Republicana, questionava a capacidade do presidente Ali Bongo Ondimba de continuar no comando do país. O presidente encontra-se, desde outubro do ano passado, no Marrocos para tratamento de saúde. Obiang disse presidir o Movimento da Juventude Patriótica das Forças de Defesa do Gabão (MPJFDS). Pouco depois, o líder da tentativa de golpe foi detido e dois outros militares foram mortos em uma operação das forças de segurança do país. Bongo assumiu a presidência em outubro de 2009, após a morte de seu pai, Omar Bongo, e foi reeleito em 2016.

Leia mais aqui