Recursos de Informática

O Departamento de Engenharia Química da UFRGS conta com laboratórios e salas de apoio à informática específicas para graduandos e pós-graduandos, contendo vários microcomputadores, equipamentos de gravação de mídias, scanner, impressoras laser e jato de tinta com impressão à cores.

O acesso aos laboratórios e seus recursos é garantido a toda comunidade do DEQUI, respeitando suas normas de uso mediante requisição de cadastro, e cada usuário possui uma conta de acesso constituída de um “login”, uma senha e um espaço pré-definido em disco.

O parque computacional do DEQUI é constantemente atualizado através de projetos de pesquisa e aquisições oriundas da Escola de Engenharia. Estão disponibilizados mais de 200 microcomputadores configurados com “Windows 7 Professional 64 bits”, além de notebooks, projetores interativos e projetores multimídia, todos interligados em rede, distribuídos entre 15 laboratórios, 1 sala de aula computacional, 15 salas administrativas (gabinetes de professores, secretarias e sala de reunião) e 1 mezanino com 5 salas.

O DEQUI conta com softwares de uso básico e de uso específico da área de engenharia química. A conectividade da rede de informática do departamento é formada por equipamentos com capacidade de transmissão de 100/1000 Mbps. Por meio de wireless, cabo e fibra óptica, todos os prédios, salas e laboratórios do DEQUI estão interligados entre si, com a rede da UFRGS e a Internet.

Hoje, o DEQUI e PPGEQ possui à disposição de sua rede, um servidor de rede marca DELL, modelo POWEREDGE T420, biprocessado, Intel XEON, com 32 GB RAM que abriga os serviços Samba (servidor de arquivos), Apache (servidor web), Postfix+Courier (servidor de e-mail), FTP (servidor de transferência de arquivos), Bind (servidor de resolução de nomes), MySQL (servidor de banco de dados), SVN (servidor de controle de versões), SSH (servidor de acesso remoto) e OpenLDAP (servidor de autenticação).

Além da infraestrutura de computadores, o DEQUI dispõe dos programas mais importantes utilizados hoje em dia na Engenharia Química, dos quais se destacam os seguintes:

  •  ASPENTECH (Aspen Plus, Aspen Dynamics, Aspen HySys, Aspen Polymer Plus, Aspen Water, Aspen Pinch, Hetran, etc);
  • EMSO: simulador dinâmico de processos (desenvolvido no PPGEQ);
  • CFX: software para dinâmica de fluidos computacional;
  • MATLAB: linguagem matemática de alto nível;
  • SCILAB: linguagem matemática de alto nível;
  • MAPLE: software utilizado na solução analítica (simbólica) e numérica de problemas matemáticos;
  • MATHCAD: software para solução analítica e numérica de problemas matemáticos;
  • STATISTICA: software para análise multivariada e estimação de parâmetros.

Além desses programas, vários softwares de uso genérico também estão disponíveis, como por exemplo: Microsoft Office PRO 2010, compilador Microsoft Fortran, compilador Fortran 77/90, compilador C++, ambiente de programação em Java Eclipse, entre outros.

Embora todos os laboratórios contem hoje com uma estrutura computacional mínima, a maior parte da infraestrutura computacional do DEQUI e do PPGEQ está alocada nos laboratórios descritos a seguir:

  • LACOMP – Laboratório de Computação da Graduação
  • SAUC – Sala Computacional
  • LAFCA – Laboratório de Fluidodinâmica Computacional Aplicada
  • LACIP – Laboratório de Controle e Integração de Processos
  • LVPP – Laboratório Virtual de Predição de Propriedades