Características do processamento técnico

1 Catalogação descentralizada e cooperativa #

O SBUFRGS adota os princípios de catalogação descentralizada e cooperativa.

Descentralizada porque realizada por catalogadores em cada biblioteca e cooperativa porque um mesmo documento, existente em duas ou mais bibliotecas, deve ser catalogado na base SABi apenas por uma delas.

Permissões para a biblioteca cooperante (a que vai alterar o registro original):

  • adicionar ao registro bibliográfico a sigla da biblioteca (campo 910), campos de notas (5XX), de assunto (6XX), numéricos (0XX) e de produção intelectual (090 e 909);
  • adicionar os itens, através do módulo de aquisição.

Não é permitido alterar entradas e campos do registro original sem consultar a biblioteca responsável pela inclusão do registro no SABi. Em caso de dúvidas, entrar em contato com a biblioteca criadora do registro, para analisar a questão em conjunto.

2 Bases de dados #

A catalogação de um documento no SABi demanda o preenchimento de informações em três bases de dados:

  • Base de Autoridades (URS10)
  • Base Bibliográfica (URS01)
  • Base Administrativa (URS50)

2.1 Base de Autoridades (URS10) #

A base de Autoridades é usada para registro e controle das entradas autorizadas e remissivas de nome (pessoal, entidade, evento), título uniforme, assunto, nome geográfico como assunto, macrodescritor, classificação por área do conhecimento do CNPq, disciplina de curso de graduação e série.  Estas entradas são incluídas no registro bibliográfico, utilizando teclas de função, para os campos correspondentes na catalogação do documento. Este procedimento visa reduzir o número de inconsistências nas entradas e, consequentemente, qualificar a recuperação de informações no catálogo on-line.

2.2 Base Bibliográfica (URS01) #

A base Bibliográfica é utilizada para a descrição dos documentos que constituem o acervo das bibliotecas da UFRGS.

2.3 Base Administrativa (URS50) #

A base Administrativa contém as informações de itens, circulação e aquisição de registros incluídos na base Bibliográfica.

3 Descrição de documentos #

O padrão adotado pelo SBUFRGS para representação dos dados bibliográficos é o Formato MARC 21 (MARC 21 Format for Bibliographic Data, on-line, feb. 2010) desenvolvido pela Library of Congress.

Para descrever o conteúdo dos elementos de dados que compõem um registro, o padrão é o Código de Catalogação Anglo-Americano, 2. ed. rev. 2002  (CCAA2), segundo nível de descrição.

O SABi permite a catalogação de documentos no todo e também de suas partes (analíticas) em diversos formatos (livros, mapas, música e gravações de som, materiais visuais, arquivos de computador e periódicos).

Para cada caso há uma planilha pré-definida (Anexos 2 dos manuais de Registro bibliográfico e de autoridades), contendo os campos básicos a serem preenchidos nos registros bibliográficos e de autoridades, permitindo a inclusão e exclusão de campos e subcampos no momento da catalogação, de acordo com a necessidade.

Fonte consultada #

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Biblioteca Central. Grupo Assessor Técnico em Descrição Documental.  Rotinas de catalogação: base Bibliográfica (URS01).  Porto Alegre, 2001.